Leitora Compulsiva

Profundo, de Robin York

Profundo Robin York Leitora CompulsivaTítulo: ProfundoProfundo Robin York Leitora Compulsiva

Série: Caroline e West #01

Autor(a): Robin York

Editora: Arqueiro

Ano: 2016

Páginas: 320

Tradução: Cássia Zanon

Sinopse: AQUI

Download do 1º Capítulo: AQUI

Onde Comprar o livro: Amazon, Livraria Cultura, Saraiva, Submarino, Extra

Onde Comprar o E-Book: Amazon (Kindle), Livraria Cultura

***

No mês de março, a Editora Arqueiro surpreendeu os leitores e anunciou o lançamento dos livros que compõe a duologia ‘Caroline e West’, da autora Robin York! Os livros “Profundo” e “Intenso” chegaram juntos às livrarias e, pela primeira vez, pude ler um livro recém lançado e já ter a continuação em mãos!! rs… Que sonho!!!!

Não que ler livros na sequência sejam novidade, já que sempre podemos esperar a publicação de todos os livros de uma série antes de começar a lê-la, mas foi uma experiência curiosa e acho que funcionou bem por se tratar de uma duologia. Se fosse uma série com cinco livros, não sei se eu ia querer que todos fossem lançados ao mesmo tempo, porque teria que desembolsar todo o dinheiro de uma vez só! kkkkk

Profundo Robin York Leitora Compulsiva

Em “Profundo” conhecemos CarolinePiasecki, uma garota de 19 anos que cursa o segundo ano no Putnam College e está se preparando para entrar na faculdade de direito e um dia ser juíza ou ganhar uma eleição. Mas então toda a vida perfeita de Caroline desmorona quando fotos íntimas suas são postadas na internet. E não se tratam apenas de fotos sensuais em que ela aparece de lingerie ou coisa assim… Não mesmo! São bem mais explícitas do que isso!

E para piorar, as fotos foram postadas juntamente com todos os seus dados e amplamente divulgadas, principalmente para os alunos do Putnam. Antes mesmo que Caroline consiga se dar conta do que está acontecendo, as fotos já ganharam centenas de comentários ofensivos e sua reputação de boa moça foi jogada no lixo, juntamente com seu futuro promissor.

Só uma pessoa poderia ter feito algo assim: seu ex-namorado Nate, com ela terminou há alguns meses. Foi em Nate que ela confiou para tirar aquelas fotos, acreditando que ele nunca seria capaz de traí-la. Apesar da certeza de Caroline, ela não tem provas e Nate inventa uma desculpa esfarrapada qualquer para se safar. E o que Caroline poderia fazer? Não importa que ela tenha sido vítima, todos à sua volta acreditam que a culpa é dela (“Bem feito! Quem mandou tirar as fotos?!”) e que ela não passa de uma vadia.

Profundo Robin York Leitora CompulsivaPara sua completa surpresa, alguém sai em sua defesa: o bad boy West Leavitt dá uma bela surra em Nate! Caroline sabe que deveria manter distância de West, mas no final das contas ele parece ser o único com disposição para ser seu amigo. West já tem problemas demais em sua vida e sabe que não deveria se aproximar de Caroline, mas a garota já sofreu demais e precisa de um ombro.

E adivinhem só o que acontece?

Pois é… Apesar das diferenças entre eles, os dois acabam se aproximando e se apaixonando. O relacionamento dos dois faz com que Caroline encontre forças para reagir e West começa a acreditar que pode ser um homem melhor. Mas as coisas não serão tão fáceis e o casal terá que enfrentar muitos obstáculos!

Bom… e a história nem teria graça se não houvesse uma boa dose de drama! E olha que a autora não poupou esforços e caprichou nos problemas dos personagens, trazendo à discussão um tema muito atual nessa era de internet: a chamada ‘vingança pornô’, que geralmente acontece quando um relacionamento amoroso termina e uma das partes resolve se vingar da outra, publicando fotos íntimas do ex-companheiro ou da ex-companheira, sem autorização, para atingir sua honra!

E aqui cabe mostrar uma nota da autora Robin York sobre o assunto:

Profundo Robin York Leitora Compulsiva

Infelizmente, conforme destacado pela autora, em muitos lugares não há criminalização dessa conduta, mas aqui no Brasil, quem publicar fotos íntimas de outra pessoa na internet, sem autorização, responderá na justiça por seus atos!!

E aqui vale ressaltar que, diferentemente do que se tem dito por aí, a divulgação de fotos íntimas que a pessoa tenha em sua posse em razão do relacionamento que mantinha com a vítima, em nada tem a ver com a Lei de Cibercrimes, conhecida como “Lei Carolina Dieckman”, que trata da invasão de dispositivos eletrônicos de alguém ou violação da segurança para instalar programas, com o objetivo de obter, adulterar ou destruir dados ou informações. No caso da ‘vingança pornô’, normalmente a vítima consentiu em tirar as fotos e deixá-las na posse do criminoso, porque tinha confiança nele.

Atualmente, quem divulga fotos íntimas de outra pessoa na internet vem respondendo por difamação, injúria ou simplesmente arcando com poupudas indenizações por danos morais. Mas há um projeto de lei tramitando no Legislativo que prevê a criminalização específica dessa conduta!!

Para mim, é óbvio que as vítimas são vítimas e não culpadas, mas não consigo entender a necessidade das pessoas  se exporem dessa forma… Tá, sei que é alguém vai dizer: “mas é meu direito tirar fotos íntimas”! E eu digo: “Nem tudo o que é lícito me convém”, certo? Afinal, é meu direito me matar, mas nem por isso vou fazer… Rs!

Na verdade, o que me entristece é perceber que as pessoas tem uma autoestima tão baixa que precisam de fotos em poses eróticas para se sentirem bonitas. Ou ainda perceber que as pessoas estão se oferecendo como um bife no mercado ao “mandar o nudes”… E o pior, o que mais me assusta é ver que muitas pessoas se deixam ser fotografadas ou filmadas em momentos íntimos só para agradar seus parceiros, porque não querem dizer não! “Ah, mas meu namorado vai ficar chateado se eu não deixar…” Ele que se lasque, ué! É a sua intimidade e o seu direito de preservá-la.

E não me entendam mal… Vocês sabem que sou advogada e tenho visto muitos e muitos processos sobre casos assim, envolvendo inclusive menores. A dor das vítimas é tanta e os danos causados em suas vidas é de tamanha proporção que esse acaba sendo um assunto que desperta a minha mais profunda indignação!

Então, meus amores, vale mais abrir mão das fotos e dizer não para um companheiro do que arcar com as consequências de uma porcaria dessas depois!! Sério mesmo!! De coração!!!

Profundo Robin York Leitora Compulsiva Arqueiro




47 comentários sobre “Profundo, de Robin York

  1. crisdesouza

    Oi, Camis…

    Esse livro parece ser incrível… Já li algumas coisas sobre ele, mas nada tão a fundo como você fez… Quero muito ler esse livro… E concordo com você que cada um deve preservar sua intimidade e se for necessário abrir sim mão de um relacionamento em prol disso!!! E parabéns à Editora Arqueiro por lançar livros com esse tema…. Amei…
    Beijinhos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Cris.
      Esse livro me surpreendeu e gostei muito do caminho que a autora deu para essa personagem!
      beijos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Nanda.
      Apesar de ter achado essa uma leitura interessante e que trata de um tema importante, não é dos melhores NA’s que há por aí.
      Não recomendo esse livro de olhos fechados não! rs…
      beijos

  2. Leticia Ramos de Mello Oliveira

    Olá, Camila!

    Gostei do que você falou sobre revenge porn. Assim como você, também acho estranho que as pessoas tenham que posar nuas por aí só para terem atenção ou agradarem alguém sem pensarem nas consequências. Uma coisa é gostar do seu corpo como é, outra é se exibir sem pensar e se arrepender depois. Se uma pessoa quer tirar fotos dela nuas, tem que ser por vontade própria e só para si e não para agradar alguém que pode te trair.
    Ah, e esse detalhe que você falou sobre a Lei do Cibercrime não englobar a pornografia de vingança nem a Arqueiro reparou ao fazerem a blogagem coletiva sobre o livro no mês passado. E todas as postagens associavam a pornografia de vingança a essa lei. Acho que você tinha que ter avisado isso a Arqueiro, já que como uma advogada você tem uma boa base para ser consultora jurídica de blogagens coletivas.
    Ah, é amei que a Arqueiro lançou os dois livros juntos. Assim, se acaba com a ansiedade pela continuação!

    Um abraço!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Lê.
      É uma pena que as pessoas tenham chegado ao ponto de precisar expor sua intimidade em fotos e vídeos para conseguir um pouco de atenção!
      Sobre essa questão da Lei de Cibercrimes, essa não foi uma orientação da Arqueiro. Na época recebi o email sobre a blogagem coletiva e optei por não fazê-la porque queria ler o livro antes. Não sou de apoiar causas sem conhecê-las! Quem se equivocou na abordagem foram alguns blogueiros, o que é uma pena.
      Beijos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Rose.
      Um advogado amigo meu uma vez me disse: “A cada 100 pessoas que tiram fotos íntimas, 150 vão ter problemas por causa disso!” Na época achei exagero, mas depois de ver tantos e tantos casos, começo a pensar que ele estava certo!
      beijos

  3. marinafaedda

    Oi Camis!

    Ah, a literatura… é um instrumento de transformação social dos mais poderosos, e espero que este livro ajude a divulgar esse problema e a criminalizar essa prática absurda! Não julgo ninguém que tire fotos sensuais e/ou eróticas e acho que cada um faz o que bem quer, mas é triste saber que vivemos num mundo em que as pessoas se respeitam tão pouco que até mesmo as fotos sensuais que foram tiradas em confiança estão sujeitas a serem expostas por vingança!

    Um beijo!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Nina.
      Essa é a beleza da literatura, né?!
      E é claro que as pessoas são livres para tirar fotos ou se deixarem fotografar, mas minha crítica é em relação aos motivos que levam as pessoas a isso… E não digo isso só em relação às fotos, mas às roupas e ao comportamento. Será mesmo que precisamos sensualizar e sexualizar tudo? Acredito que não! Me entristece perceber que vivemos em uma sociedade tão descontrolada que meninas de 10 anos enviam fotos nuas para seus colegas de escola dizendo: “Olha o que você vai ganhar se ficar comigo!”… É de chorar, né?!
      beijos

  4. lanawesley

    Estou louca para ler esse livro, e como você disse muitos profissionais como você mesma, e eu como futura psicologa, vamos infelizmente esbarrar muito por ai com problemas como esse, e como e citado vai trazer grandes consequências e não só moral, tem pessoas que não aguenta a pressão da sociedade e chegam a se matar, e isso e muito sério. Espero que esse livro vem para mexer nos pensamentos das pessoas, que antes de confiar em alguém deva pensar muito nas consequências dos seus atos, e escolhas, para mim essa estória não merecia título melhor, amei!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Lana.
      É muito triste ver as consequências causadas por ações assim.
      Já me deparei com um caso em que a vítima tentou o suicídio e foi horrível.
      Espero também que livros assim abram os olhos das pessoas para esses problemas!
      beijos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Silvana.
      Espero que tenha a chance de ler essa história.
      É bem interessante e faz a gente pensar!
      beijos

  5. Cailes Sales

    Olá! Desde que li acerca da publicação desses livros fiquei curiosa, devido a essa questão da “vingança pornô”, claro que sabia acerca desses casos (crimes) que são cometidos na internet, mas não sabia que tinham uma denominação. Achei muito interessante essa premissa e aliada ao romance deve ser uma leitura muito legal e reflexiva de ser feita.

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Cailes.
      Esse é um tema muito polêmico e importante nos dias atuais.
      A cada dia vemos mais e mais casos de pessoas que tem sua intimidade exposta nas redes sociais por seus ex-parceiros, por pura vingança.
      Isso não é brincadeira e merece punição!
      Essa leitura faz a gente pensar!
      beijos

  6. Carolina

    Oi Camila, tudo bem?
    Acho super relevante a discussão do tema. Muitas pessoas banalizaram a privacidade, esquecendo-se de que hoje em dia tudo termina na internet e uma vez postada, não tem mais volta.
    Parabéns pela resenha.
    Bjkas

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Carol.
      As pessoas banalizaram mesmo. Na verdade, parece que a exibição se tornou a regra!
      É importante pensarmos sobre isso!
      Beijos

  7. Helio de Oliveira e Souza

    Tenho visto muito disso na internet e um meio ruim de se magoar um ex infelizmente e com certeza um tema atual abordado pelo autor um bom livro para se ler .

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Helio.
      É uma pena mesmo que as pessoas cheguem a esse ponto ridículo!
      Essas pessoas merecem ser punidas de forma adequada!
      Beijos

  8. Gláuce Volpi

    Wowww… Já estava LOUCA para ler esse livro… Já estava na minha lista só com a sinopse, depois da resenha quero mais ainda…
    Acho esse tema de muita relevância… As pessoas banalizam de mais a imagem, acho que levam na brincadeira essa historia de se expor desse jeito. Chego a pensar que a pessoa as vezes é ingenua demais em acreditar cegamente no companheiro (a), que em nenhum momento ele(a) irá divulgar esse conteúdo. Serio não gosto de foto, nem estando vestida, imagina tirar foto nua, Rsrsrsr… Não tenho e nem teria o menor dos problemas de falar “Não querido, não vou tirar/enviar fotos nuas”. Acho que falta um pouco de bom senso para quem tira e quem posta, porque isso é coisa seria, pode trazer consequências irreparáveis…

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Gláuce.
      É exatamente isso: as pessoas banalizam a imagem! Banalizam também a internet e as transmissões de dados.
      Conheço meu marido há quase 11 anos, estamos juntos desde então e casados há 3. Se eu quiser que ele veja alguma coisa, eu mostro e pronto. Mas tirar fotos? Nem pensar! Eu acho que ele vai fazer alguma coisa errada com isso? Claro que não, confio nele. Mas não confio nos meios eletrônicos… Vai que ele perde o celular, vai que o computador quebre e precise ser levado em um técnico, vai que o email é hackeado… São tantas coisas que prefiro nem me arriscar. Bom, na verdade eu nem sinto a menor vontade de tirar fotos. Já acho um sacrifício tirar selfies, imagina fotos sensuais!! kkkkk
      Mas como você disse: falta bom senso!
      Beijos

  9. Jhennifer Alves

    Gosto muito de livros que abordam temas importantes para conscientizar as pessoas sobre crimes em que todos fecham os olhos ou acha que nunca vão acontecer com nós, precisamos todos nos conscientizar de que não podemos sair confiando nossas intimidades. Já vi que vou gostar muito dessa leitura, tenho muito que aprender, desabafar e me divertir com essa duologia. Parabéns pela resenha e sua opinião sobre o tema.

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Olá, Jhennifer!
      Esse livro é assim mesmo como você descreveu!
      Espero que goste dessa leitura!
      beijos

  10. chefa

    Gostei muito da sua opinião e concordo com ela, camis!! Isso mesmo! É melhor não fazer…a pessoa acaba carregando um pouco de culpa sim…claro que ela não merece sofrer, mas… :/

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Vi.
      Por mais que a gente saiba que a culpa não é da vítima, não podemos viver em um mundo do ‘dever ser’. Não podemos ignorar que existem pessoas sem escrúpulos, então precisamos nos proteger. Não adianta sair por aí gritando “Eu Tenho Direito”, sem tomar o mínimo de cuidado! É o famoso ‘não dê sopa para o azar’, né?!
      beijos

  11. flavianedasilva

    Este livro mostra a nossa realidade do que esta acontecendo e fica ate como um alerta pra todas nós para tomarmos cuidado com nossas atitudes.Poxa a resenha de vocês me deixou curiosa em relação ao desfecho do livro!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Flaviane.
      Esse livro serve mesmo como um alerta para que a gente não se deixe cair em situações como essa.
      A própria personagem comenta que sabe que essas coisas acontecem, mas que nunca acreditou que pudesse acontecer com ela.
      Isso é o que costumamos pensar!
      beijos

  12. Antonia Isadora de Araújo Rodrigues

    Olá Camila!!!
    Admito que a primeira coisa que me chamou atenção nessa duologia foi as capas, pois achei super incrível a ideia da Editora de fazer capas que se completam. Além disso, essa capa é de uma série internacional que sou fã.
    Gostei muito da ideia da autora tratar sobre vingança pornô, pois acaba que ela abre espaço para a discussão de algo tão sério.
    Caroline e West parece aquele tipo de casal que eu irei me apaixonar rsrsrs

    lereliterario.blogspot.com

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Antonia.
      Essas capas são bem interessantes mesmo!
      Que série é essa que você comentou que tem essas capas? Fiquei curiosa!
      Beijos

      1. Antonia Isadora de Araújo Rodrigues

        Olá Camila!!!
        A série se chama The Rocker e é da autora Terri Anne Browning, o primeiro livro da série internacional é a capa de Profundo e Intenso por isso me chamou bastante atenção quando vi rsrsrs
        O primeiro livro já tem no Brasil e foi lançado pela Editora Bezz, mas com outra capa.

        lereliterario.blogspot.com

  13. Katia Ribeiro

    Sou uma leitora compulsiva mas confesso que desconhecia esse livro até que uma amiga ganhou de dia das mães e leu ele em 12 horas, fiquei intrigada e depois da resenha então está na minha lista de desejos.

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Caramba, Kátia…
      Em 12 horas? Que delícia!!
      Alguns livros pegam a gente mesmo e fica impossível largar!! rs…
      Espero que consiga ler essa história em breve!
      Beijos

  14. Adriana Oliveira

    Camila, sua resenha me deixou muito interessada na leitura, sabe, também tenho a mesma opinião que voce sobre o fato de que não há necessidade de se tirar esse tipo de fotos, embora a culpa não seja da vítma, é claro, mas hoje em dia não podemos confiar nas pessoas, infelizmente! Em relação ao livro, gostei demais do enredo da historia, tema atual e que pelo que voce disse tem uma dose de drama…espero ler em breve, bjão!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Adri.
      Esse tipo de coisa só vai ter fim no dia que as pessoas se olharem no espelho e se acharem bonitas, sem precisar da opinião dos outros.
      Assim, a necessidade de se exibir em fotos sensuais não vai existir. É uma pena que tudo hoje seja erotizado!
      O enredo é mesmo super atual e a história é bem escrita!
      Vale a pena!
      Beijos

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!