Leitora Compulsiva

Fuck Love – Louco Amor, de Tarryn Fisher #Resenha

fuck love louco amor resenha tarryn fisher blog leitora compulsivaTítulo: Fuck Love

Subtítulo: Louco Amor

Autor(a): Tarryn Fisher

Editora: Faro Editorial

Ano: 2017

Páginas: 288

Tradução: Fábio Alberti

Sinopse: AQUI 

Download do 1º Capítulo: AQUI

Onde Comprar o livro: Amazon, Livraria Cultura, Saraiva, FnacSubmarino, Buscapé

***




Em julho a Faro Editorial lançou o livro “Fuck Love – Louco Amor”, da autora Tarryn Fisher. Só a linda capa já seria suficiente para fazer o livro entrar para a minha lista de desejados, mas o fato de gostar muito do trabalho da autora foi o que me fez pedir um exemplar pela parceria!

Recebi um kit muito gracinha da editora e aproveitei para levar o livro comigo para as minhas rápidas férias em Araxá, Minas Gerais! Assim pude curtir uma deliciosa leitura na beira da piscina!!

fuck love louco lc amor tarryn fisher blog leitora compulsiva resenha faro editorial ebook

Sobre o que é “Fuck Love – Louco Amor”?

Em “Fuck Love – Louco Amor” conhecemos Helena Conway, uma promissora contadora um tanto sem graça, que vive um relacionamento estável com Neil, com quem planeja se casar e ter filhos… Nada muito emocionante!

Tudo muda, no entanto, quando Helena tem um vislumbre do seu futuro com Kit Isley, um cara lindo, descolado e espontâneo… Tudo o que ela não é! A partir daí, pensar em Kit faz o coração de Helena estremecer de paixão e desejo! Tudo o que ela quer é que seu sonho se torne real!! O único problema é que Kit Isley é o namorado de sua melhor amiga, Della.

Helena sabe que deve se manter afastada de Kit, mas quando menos espera, está dividindo refeições e confidências com ele. O relacionamento de Kit e Della vai ficando cada vez mais sério, mas a amizade entre ele e Helena também, fazendo com que ela acredite que pode ter uma chance, mesmo sabendo que roubar o namorado de sua melhor amiga não é uma atitude muito nobre! Rs…

O que esperar desse livro?

“Fuck Love – Louco Amor” é um livro envolvente, viciante e muito bem escrito, mas também capaz de provocar uma frustração danada no leitor. É cada bola na trave que dá até uma gastura na gente… São tantas reviravoltas, que às vezes é preciso parar, respirar fundo, falar um belo palavrão amigo… e só então continuar!! Rs…

A Helena é uma personagem interessante. É gostoso acompanhar todas as mudanças de vida dela, mas ao mesmo tempo dá vontade de socá-la quando ela faz umas coisas que… Só por Deus, viu?!!! O Kit também não deixa por menos. Ele é um cara super bacana, mas também merecia uns bons tapas naquele traseiro bonitão!! Como é que ele não enxerga que a Della é uma cretina, mimada e louca?!

Esse livro não é nem de longe do tipo amorzinho. A trama toda criada por Tarryn Fisher se destaca por ser provocativa e até mesmo ácida. Não existem vilões e nem mocinhos, ninguém é totalmente inocente ou culpado. Tudo se parece demais com a vida real, em que os finais nem sempre são felizes… E essa é uma marca registrada dos textos da autora!

Gostei muito da viagem emocional que esse livro me provocou, porque valorizo uma leitura capaz de me fazer sentir até mesmo raiva e frustração! Se um livro me deixa com vontade de jogá-lo na parde, então ponto para ele!! Rs… Detesto aqueles livrinhos blasés, que não dizem a que veio… Mas com certeza Fuck Love não está nessa categoria!! Rs…

Se vocês procuram um livro fora do convencional, então Fuck Love pode ser uma boa pedida!

Sobre a autora e seus outros livros…

Tarryn Fisher nasceu e cresceu em Joanesburgo, na África do Sul. Ela imigrou para os Estados Unidos com seus pais quando tinha treze anos e passou os dezoito anos seguintes no sul da Flórida, onde tirou seu diploma em Psicologia, escreveu seu primeiro romance e teve dois filhos. Em 2012, por um capricho, ela mudou com sua família para Seattle, em Washington, onde atualmente ela mantém sua casa segura longe do sol. Tarryn é a fundadora da Guise of the Villain, um blog de moda, e escreveu dez romances publicados. Tarryn é Sonserina.

Fuck Love é o quarto livro da autora lançado pela Faro Editorial, que também já publicou a Trilogia Amor e Mentiras, composta pelos livros: A Oportunista, A Perversa e O Impostor. Em parceria com a escritora Colleen Hoover, Tarryn Fisher escreveu Never Never, uma história dividida em 3 partes, publicada no Brasil pela Galera Record.

4 comentários sobre “Fuck Love – Louco Amor, de Tarryn Fisher #Resenha

  1. Leticia Ramos de Mello Oliveira

    Olá, Camila!

    Como diria Colleen Hoover “Se o final não ficou feliz, a culpa é da Tarryn!”. E o livro é bem realista em relação as falsas amizades e a esses triângulos amorosos entre amigos. Você sabe que a Helena vai fazer algo errado se roubar Kit da Della, mas sente que só assim para o ship funcionar. Penso que se alguém tiver perdido o namorado(a) para um(a) amigo(a), vai compreender os sentimentos dele ou dela com Fuck Love, já que vai criar uma empatia e entender essa situação, mesmo não sendo manipuladora como a Della. Mas no caso de prováveis Dellas por aí, aí não vai compreender essa situação.

    Um abraço!

  2. rudynalva

    Camis!
    Nossa! Não imaginei que o livro traria uma questão pessoal tão emergente e até certo ponto envolvente, porque gosto quando a protagonista aprende com seus problemas e tenha resolvê-los de uma forma que acha correta, mesmo que o problema da perda e do amor, fiquem retornando.
    “Deus com Sua infinita Sabedoria, escondeu o Inferno no meio do Paraíso para que nós sempre estivéssemos atentos.” (Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!

%d blogueiros gostam disto: