Leitora Compulsiva

Um Homem Chamado Ove – #Filme

um homem chamado ove companhia das letras leitora compulsiva

Conheçam o filme “Um Homem Chamado Ove” que estreia no Brasil no dia 16 de fevereiro – indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro!


O filme “Um Homem Chamado Ove” estreia no Brasil no dia 16 de fevereiro e recebi um convite muito especial da Companhia das Letras para participar da Cabine de Imprensa. O filme é inspirado no livro homônimo escrito por Fredrik Backman. O livro é sucesso de vendas na Suécia e chega às livrarias brasileiras nesse mês, junto com o lançamento do filme, que foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro!

um homem chamado ove companhia das letras leitora compulsivaSucesso de vendas na Suécia, uma história divertida e emocionante sobre como uma única pessoa pode mudar a vida de outras — e ter sua própria vida mudada por elas.

Ove tem cinquenta e nove anos e não gosta muito das pessoas. Afinal, hoje em dia ninguém mais sabe trocar um pneu, escrever à mão ou usar uma chave de fenda.

Ninguém mais quer trabalhar e assumir responsabilidades. Todo mundo é jovem, usa calça justa e só quer saber de internet. Para Ove, uma sociedade em que tudo se resume a computadores e café instantâneo só pode decepcioná-lo.

Como se isso não bastasse, a única pessoa que ele amava faleceu. Sem sua esposa, a vida de Ove perdeu a cor e o sentido. Meses depois, ele toma uma decisão: vai dar fim à própria vida. No entanto, cada uma de suas tentativas é frustrada por algum vizinho incompetente que precisa de ajuda. Mas, quando uma estranha família se muda para a casa ao lado, Ove aos poucos passa a encarar o mundo de outra forma.

Um romance comovente que mostra como amor e bondade podem ser encontrados nos lugares mais inesperados.

No dia em que recebi o convite para essa cabine de imprensa, minha primeira reação foi: “Putz… Filme sueco? Comédia dramática? Acho que não vai rolar não…”. Mas então decidi sair da minha zona de conforto, combinei com uma amiga e lá fomos nós! Não tinha a menor ideia do que esperar do filme, mas quando saí do cinema, estava completamente apaixonada por essa história e queria correr para casa para ler o livro!

Título: Um Homem Chamado Ove

Título original: En Man Som Heter Ove

Direção: Hannes Holm
Elenco: Rolf Lassgård, Bahar Pars, Ida Engvoll
Gênero: Comédia Dramática
País: Suécia
Ano: 2016
Duração: 116 min

Sinopse: Ove é um senhor mal-humorado de 59 anos que leva uma vida totalmente amargurada. Aposentado, ele se divide entre sua rotina monótona e as visitas que faz ao túmulo de sua falecida esposa. Mas, quando ele finalmente se entregou às tendências suicidas e desistiu de viver, novos vizinhos se mudam para a casa da frente, e uma amizade inesperada irá surgir.

“Um Homem Chamado Ove” tem como personagem central um senhor de 59 nove anos que, desde a morte da esposa, desistiu de viver e está determinado a colocar fim na própria vida! Ove sempre foi o tipo de homem apegado à regras e gosta de tudo em seu devido lugar. Para ele, tirar a própria vida é uma conclusão lógica e simples… Ele só precisa deixar tudo organizado, escolher seu terno preferido e concluir seus planos…

Mas é então que uma nova família se muda para a casa em frente à sua e tudo muda de figura… Seus novos vizinhos são caóticos, barulhentos, não conhecem as normas do condomínio e parecem estar determinados a acabar com a monotonia na vida de Ove! Será que um homem não pode nem colocar fim à própria vida em paz?!

Cada dia que passa Ove vê seus planos sendo adiados porque a nova vizinha ou algum outro morador do condomínio lhe incumbe de uma nova tarefa… E aos poucos Ove começa a se abrir, começa a relembrar da infância, da perda do pai, do primeiro encontro com a mulher que viria a ser sua esposa…

O interessante é que, apesar do clara dramaticidade do enredo, o filme é considerado uma comédia e vários foram os momentos que me fizeram cair no riso. Mas não pensem que se trata de uma comédia pastelão ou cheia de gracinhas apelativas… Nada disso! O humor nesse filme é refinado e inteligente! As manias de Ove e sua rabugice são impagáveis… Até mesmo os momentos mais tensos em que Ove tenta tirar a própria vida terminam em situações engraçadas…

Os personagens tem um quê de clichê que afirmam o lado cômico da história, mas todos eles engrandecem a história de alguma forma, até mesmo o gato e o funcionário público ensebado! Rs…

Vocês sabem que não sou nenhuma especialista em cinema, não entendo nada daquelas avaliações técnicas que os críticos costumam fazer e nem nada disso… Mas como uma telespectadora leiga, esse filme foi apaixonante! Me senti completamente envolvida pela história, os atores são ótimos e vale mesmo a pena assistir esse filme!

8 comentários sobre “Um Homem Chamado Ove – #Filme

  1. Leticia Ramos de Mello Oliveira

    Olá, Camila!

    O Ove talvez goste de mim, pois sou uma excessão , já que sei usar uma chave de fenda, mas não sei se aguentaria o Ove só sendo vizinha dele. A mulher marcou tanto a sua vida, que perde-lá foi sua condenação;

    Um abraço!

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!

%d blogueiros gostam disto: