Leitora Compulsiva

Pequenas Grandes Mentiras, de Liane Moriarty #Resenha

pequenas grandes mentiras liane moriarty blog leitora compulsiva intrínsecaTítulo: Pequenas Grandes Mentiras (Edição Especial)

Autor(a): Liane Moriaty

Editora: Intrínseca

Ano: 2017

Páginas: 400

Tradução: Adalgisa Campos da Silva

Sinopse: AQUI 

Download do 1º Capítulo: AQUI

Onde Comprar o livro: Amazon, Livraria Cultura, Saraiva, Fnac, Submarino, Buscapé

Onde Comprar o E-Book: Amazon (Kindle), Livraria Cultura, Saraiva

Participação Especial: Pat Xavier, do blog Lendo e Escrevendo

***




Em março a Editora Intrínseca lançou a nova edição do livro “Pequenas Grandes Mentiras”, da autora Liana Moriarty, com uma capa inspirada na série de TV que recentemente chegou estreou no canal HBO!

Achei que seria ótimo ter uma resenha desse livro aqui no Leitora Compulsiva, mas como eu não tinha condições de ler mais esse livro, convidei a minha querida amiga Pat Xavier, do blog Lendo e Escrevendo para me ajudar com essa tarefa!

 

pequenas grandes mentiras intrínseca liane moriarty blog leitora compulsiva

Sobre o que é “Pequenas Grandes Mentiras” e o que a Pat achou do livro:

Amor, humor, segredos e mentiras embalam o livro mais recente de Liane Moriarty e que recentemente foi transformado em série pela HBO.

Celeste, Madeline e Jane são mulheres diferentes, com historias diferentes. Jane é jovem e mãe solteira, fato que não é bem visto pela sociedade, Celeste é o retrato de uma mulher rica, bem sucedida e com o casamento perfeito, já Madeline é uma mulher forte e batalhadora, no segundo casamento ela tenta lidar com o fato da filha mais velha querer morar com o pai, mas o que poderia unir pessoas tão diferentes, com personalidades diferentes?

A principio o único ponto em comum entre elas é a escola na qual seus filhos estudam, uma escola que preza o bem estar e a convivência pacifica entre estudantes, familiares e corpo docente, infelizmente as coisas não são bem assim, e o que acontece nos bastidores é camuflado em uma imagem de famílias perfeitas, afinal, em uma sociedade na qual a imagem é tudo, problemas como bullying, violência doméstica e divorcio devem ser mantidos nas sombras, longe dos olhares externos.

“Escola Pública de Pirriwee

… onde vivemos e aprendemos junto ao mar!

A Pirriwee é uma ZONA LIVRE DE Bullying!

Não praticamos bullying,

Não aceitamos sofrer bullying,

Nunca escondemos o bullying,

Temos coragem de falar se virmos

Nossos amigos sofrendo bullying,

Dizemos NÃO aos praticantes de bullying!” p. 9.

Geralmente a teoria da luta contra o bullying é ótima, mas na prática as coisas nem sempre dão certo, e em um evento social da Escola Pública Pirriwee as coisas dão MUITO errado, ocasionando uma morte misteriosa, alguns acham que foi acidente, outros assassinato, mas o que realmente aconteceu é o mistério que cerca a leitura de todo o livro e prende o leitor do começo ao fim.

Após os acontecimentos fatídicos do evento a trama retrocede seis meses, mas mesmo assim o leitor é apresentado a cada capitulo à um novo interrogatório nos conduzindo aos desdobramentos de um assassinato ainda sem solução, consequentemente milhares de teorias mirabolantes passam pela cabeça do leitor, admito que a cada momento achava uma coisa diferente.

Esse é o primeiro livro da autora que leio e estive um pouco relutante, admito que livros que tenham como tema violência doméstica, violência contra a mulher e/ou bulying, saem da minha zona de conforto e acabo evitando livros assim, agora imaginem um livro que trata dos três temas ao mesmo tempo, se não fosse o anuncio da adaptação, e o fato da curiosidade acabar ganhando, eu provavelmente não teria aproveitado a oportunidade de ler a obra.

A escrita da autora é impressionante e o modo como ela trata assuntos tabus de forma leve e coerente levam à uma reflexão por parte do leitor, e apesar de o ritmo da leitura ter me atrapalhado um pouco fazendo com que levasse um tempo para concluir a mesma, eu pude aproveitar e muito a obra da autora, isso porque a ela soube o que estava fazendo ao escrever o livro.

Sobre a autora e seus livros…

Liane Moriarty nasceu em novembro de 1966 na Austrália. Antes de se tornar escritora em tempo integral, com cinco romances e uma série de livros infantis publicados, Liane trabalhou como gerente de marketing de uma editora e foi redatora freelance, com colaborações para textos publicados em sites e conteúdo para comerciais de TV. Ela mora em Sydney com o marido e os dois filhos pequenos. (Fonte: Site da Intrínseca)

Aqui no Brasil, além de “Pequenas Grandes Mentiras”, já foram publicados os livros “O Segredo do Meu Marido”, também pela Editora Intrínseca, e “As Lembranças de Alice”, pela Editora Leya.

 

14 comentários sobre “Pequenas Grandes Mentiras, de Liane Moriarty #Resenha

  1. Márcia Saltão

    Oi Camila! Oi Pat!
    Gostei muito da resenha. Esse livro seria um daqueles que passaria despercebido por minha pessoa. Mas, lendo a resenha, percebi que seria uma leitura bem interessante.
    Temas importantes e reflexivos, mas pelo que compreendi, a autora soube como explorar.
    Espero ter a oportunidade de ler. E também gostaria de assistir o filme.
    Obrigada.
    Beijos.

  2. rudynalva

    Camis!
    Não li o livro ainda e nem acompanho a série, mas acho o assunto bem importante de ser abordado, porque bullying é coisa séria e bom ver que as mulheres que tinham poucas coisas em comum, acabam se unindo e se tornando amigas inseparáveis.
    Bom domingo e feriado!
    “A sabedoria é a única riqueza que os tiranos não podem expropriar.” (Khalil Gibran)
    cheirinhos
    Rudy

  3. Leticia Ramos de Mello Oliveira

    Olá, Camila!

    Estava sumida porque estou fazendo pós graduação e fiquei focada nos estudos e minha vida ficou bem bagunçada! Mas agora, eu pude por ordem na casa e comentar de novo!
    Vi dois episódios da série no dia da cerimônia do Oscar e me deixou arrepiada, mas não acabei acompanhando. Mesmo com as mudanças feitas na adaptação, o clima na série é bem tenso e você fica tentando adivinhar quem matou quem no estilo de Detetive! Vou ter que aproveitar que sou assinante da HBO para poder ver on demand no site e ler o livro inteiro, pois só li o primeiro capitulo da amostra da Intrínseca!

    Um abraço!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Lê.
      Que bom que está aproveitando para estudar!
      Eu já fiz 3 pós, mas estou de olho em uma nova agora! kkkk
      Mas fico mais feliz que tenha arrumado um tempinho para me visitar!! kkk
      Quero aproveitar e ver a série na HBO!
      Beijos

  4. Marta Izabel

    Oi, Meninas!!
    Adorei ler a resenha desse livro!! Ainda não li, mas pude assisti o primeiro episódio da série, e vi que o livro é a série são bastantes misteriosos e cheio de suspense!! Pretendo terminar a série e depois partir para o livro!!
    Beijoss

  5. chefa

    Oi, Camis! Sou assim também, normalmente temas assim me deixam um pouco desconfortável, mas pelo visto a escrita da autora mexe com a curiosidade, hein? Talvez eu dê uma arriscada! ;D

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!

%d blogueiros gostam disto: