Leitora Compulsiva

Nora Roberts e J. D. Robb – Doce Relíquia Mortal

Título: Doce Relíquia Mortal

Série*: Mortal #17,5

Autoras*: Nora Roberts e J.D. Robb

Editora: Bertrand Brasil

Ano: 2015

Páginas: 532

Tradução: Renato Motta

Sinopse: Skoob

Onde Comprar o livro: Amazon, Livraria Cultura, Saraiva, Fnac, Submarino

Onde Comprar o E-Book: Amazon (Kindle), Livraria Cultura

***

Recentemente resenhei aqui no blog o livro “Recordação Mortal“, o vigésimo segundo livro da Série Mortal, escrita por Nora Roberts sob o pseudônimo de J. D. Robb. A editora Bertrand Brasil costuma publicar um livro da série a cada semestre, mas no primeiro semestre de 2015 resolveu surpreender os fãs com a publicação de “Doce Relíquia Mortal”, um livro que não faz parte da sequência oficial da Série Mortal, mas que guarda estrita relação com ela.

Em “Doce Relíquia Mortal” encontramos duas histórias. A primeira delas se chama ‘Doce Relíquia’ e é assinada por Nora Roberts. A segunda se chama ‘Relíquia Mortal’ e é assinada por J.D. Robb – que também é a Nora Roberts! Rs… Essa diferenciação é importante para indicar que as histórias possuem estilos bem diferentes, mas existe um motivo para elas estarem juntas no mesmo livro.

‘Doce Relíquia’ conta a história de Laine Tavish, que há quatro anos se mudou para uma pequena cidade chamada Angel’s Gap e abriu uma loja de antiguidades. A nova vida de Laine é tranquila e em nada se parece com aquela que levava em seu passado.  Em um dia comum de trabalho, Laine recebe um estranho cliente em sua loja, mas nem consegue dar atenção para ele. Ao sair da loja, o homem é atropelado e suas últimas palavras antes de morrer são dirigidas para Laine: “Ele sabe onde você está agora”! E é então que Laine reconhece o homem como sendo o Tio Willy, o antigo comparsa de seu pai – Jack O’Hara. Se Willy descobriu seu paradeiro, então Laine sabe que o pai está por perto. O segredo que ela lutou tanto para esconder está de volta de atormentá-la.

Max Gannon chega em Angel’s Gap seguindo o paradeiro de Willy e decide se aproximar de Laine. Max é um investigador a serviço de uma empresa de seguros. Uma fortuna em diamantes foi roubada e as pistas o levaram a Jack O’Hara e Willy. Inicialmente seu interesse em Laine é meramente profissional, mas a convivência deles acaba dando início a um algo a mais. Max desconfia que Laine é a filha de Jack e que ela pode saber o paradeiro do pai. Mas outra pessoa também está de olho em Laine e sua vida está em perigo. Quando Max percebe que Laine corre risco, decide fazer de tudo para ajudá-la. Os dois decidem unir esforços para solucionar o crime e colocar um homem extremamente perigoso atrás das grades!

‘Relíquia Mortal’, a segunda história do livro, se passa no ano de 2059, em Nova York. Uma garota é encontrada morta na casa de Samantha Gannon, uma jovem escritora que está fazendo muito sucesso com seu livro de estréia chamado ‘Pedras Quentes’. Neta de Laine Tavish e Max Gannon, Sam decidiu escrever a incrível história do roubo dos diamantes, tornando público o fato de que uma parcela das pedras jamais foi encontrada. Eve Dallas é então encarregada de investigar o assassinato da garota e sua primeira pista a leva diretamente para a história contada no livro. Ao que tudo indica alguém acredita que Samantha Gannon tem mais informações que omitiu no livro. Será que essa história é realmente verdadeira ou não passa de ficção?! Sobra  para Eve descobrir o assassino e de quebra tentar descobrir onde foram parar os diamantes que nunca foram recuperados. Para isso ela vai contar com a ajuda de sua parceira Peabody e toda a sua equipe.

As duas histórias tem uma pegada policial, mas na primeira o romance é bem forte. Como eu sou mega-hiper-blaster-master fã da série Mortal, sou suspeita para escolher uma das duas!! Rs… Tudo bem que eu prefiro a história no futuro, mas a primeira história do livro é muito bem construída e eu adorei!!! Os personagens são ótimos e mesmo sendo uma história curta, a autora conseguiu trabalhar bem o lado da investigação!

Cronologicamente esta história se encaixa entre os livros Imitação Mortal e Dilema Mortal, o décimo sétimo e o décimo oitavo livro da série. Entretanto, não é preciso conhecer a série e seus personagens para entender tudo o que acontece em Relíquia Mortal. Também não é preciso ler essa história para dar sequência em Mortal.

O que encontramos nesse livro é um delicioso crossover entre os dois estilos de escrita da autora. Quem conhece a Nora Roberts como autora de romances românticos, especialmente os de época, vai se surpreender com esse lado policial dela. É uma excelente maneira de conhecer a Série Mortal!

Se alguém tiver curiosidade de conhecer os outros livros da série, fica aqui a lista dos livros, na ordem em que foram publicados. Basta clicar sobre o nome do livro para abrir a resenha feita aqui no Leitora Compulsiva: Nudez MortalGlória MortalEternidade MortalÊxtase MortalCerimônia Mortal, Vingança MortalNatal Mortal, Conspiração Mortal, Lealdade MortalTestemunha MortalJulgamento Mortal, Traição MortalSedução MortalReencontro MortalPureza MortalRetrato MortalImitação MortalDilema MortalVisão Mortal Sobrevivência Mortal,  Origem Mortal e Recordação Mortal.

 Bertrand Brasil

 

 

 

8 comentários sobre “Nora Roberts e J. D. Robb – Doce Relíquia Mortal

  1. Nanda

    Ei Camis

    Será q um dia eu chego até o final dessa série? hahaha .Acho que estou no 4 ou 5 rsrsrs. E não leio resenhas dos outros por isso, então só li o comecinho. 😛
    bjs

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Nanda.
      Espero que você consiga arrumar um tempinho para ler os livros dessa série.
      Acabei de ler o 23º e continua sendo a minha série predileta!!!
      Beijos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Nina.
      Que bom que a resenha foi esclarecedora!
      Algumas pessoas quase surtaram achando que a editora tinha mudado as capas dos livros da série Mortal!! kkkk
      Espero que goste!!
      Beijos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Rose.
      Acho uma besteira fazer tanto mimimi por nada…
      Achei incrível a Bertrand ter publicado essa história e entendo perfeitamente as razões deles!
      Esse livro é uma excelente forma de apresentar aos leitores os dois estilos da Nora!
      Beijos

  2. telma rembowski

    Amo Nora Roberts e todos os livros que ela já escreveu, mas a Serie Mortal é tudo de bom.
    Espero ansiosa o vigésimo oitavo livro, pena que só em 2018!

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!

%d blogueiros gostam disto: