Leitora Compulsiva

A Garota do Calendário: Maio, de Audrey Carlan #Resenha

Título: A Garota do Calendário: Maio18

Série: A Garota do Calendário #5

Autor(a): Audrey Carlan

Editora: Verus

Ano: 2016

Páginas: 144

Tradução: Andréia Barboza

Sinopse: AQUI 

Download do 1º Capítulo: AQUI

Onde Comprar o livro: Amazon, Livraria Cultura, Saraiva, Fnac, Submarino

Onde Comprar o E-Book: Amazon (Kindle), Livraria Cultura, Saraiva

***




E finalmente tomei vergonha na cara e resolvi dar continuidade nas minhas resenhas da série “A Garota do Calendário”. Li todos os livros assim que foram lançados e os quatro primeiros livros foram resenhados na época, mas infelizmente acabei deixando as resenhas dos outros para depois… e depois… e depois…

Mas agora é hora de começar a pagar minhas dívidas, então bora lá…

a garota do calendário maio audrey carlan blog leitora compulsiva

Sobre o que é “A Garota do Calendário: Maio”?

A série em geral conta a história de Mia Saunders, uma jovem que precisa de muito dinheiro para pagar uma dívida do pai e que, para conseguir isso, aceita um trabalhar para sua tia na Exquisite Acompanhantes de Luxo! Para ganhar dinheiro ainda mais rápido, Mia tem que aceitar propostas de trabalho maiores! Sua missão será passar 24 dias com cada cliente e, apenas se ela quiser transar com eles, ela ainda receberá um pequeno bônus…

E nesse quinto mês, Mia irá para o Havaí para ser a principal modelo em uma campanha moda-praia, que tem por objetivo celebrar todos os tipos de corpos. O fotógrafo responsável pela campanha a viu no catálogo da agência e soube que seu corpo voluptuoso e todas as suas curvas eram perfeitas para suas fotos…

Logo em seu primeiro dia de trabalho, Mia conhece Tai, o modelo samoano com quem trabalhará. Tai impressiona pelo tamanho, pelas tatuagens, pela beleza e pela sensualidade… E já que Mia está ali mesmo, ela decide que não custa nada experimentar um pouco mais dos prazeres que o Havaí tem a oferecer!!! Com Tai, Mia descobre que o sexo pode ser muito mais intenso do que ela imaginava!!

O que esperar desse livro?

Quando comecei a ler essa série minhas expectativas estavam nas alturas. O trabalho de marketing da Verus foi tão intenso, que foi praticamente impossível resistir a essa leitura… Os dois primeiros livros me decepcionaram um pouco, mas os dois livros seguintes foram melhores, então me animei a dar continuidade…

Esse quinto livro ainda não me convenceu que essa série é tudo isso que a propaganda dava a entender, mas gostei muito do rumo que a história está tomando. No início achei que Mia transaria com todos os seus clientes, mas não foi isso que aconteceu nos meses de março e abril. Nesse quinto livro, no entanto, o erotismo volta com força total!!

Repetindo o que eu escrevi na resenha de Abril: ainda não morro de amores pela Mia, mas consigo perceber a importância da jornada pela qual ela está passando. Gosto da sua personalidade forte e da forma como ela encara todos os desafios! Acho interessante o posicionamento que ela adotou em relação aos seus sentimentos. Por mais que ela continue apaixonada pelo Wes, ela não está pronta para assumir um relacionamento e decide aproveitar as oportunidades que surgem. Afinal, eles não combinaram que seriam exclusivos…

Apesar desse quinto livro ser carregado no erotismo, continuo achando que isso é o menos importante de toda a série. O que conta é o amadurecimento da protagonista, o relacionamento delas com seus clientes e a maneira como ela transforma a vida de todos a sua volta.

Se eu recomendo?! Hum… Que dúvida!! Essa infelizmente não é a melhor série erótica que tenho na minha estante e também não acho que ela é um “must-read”, mas é legal e fácil de ler… Depois que a gente começa nessa jornada, a curiosidade acaba falando mais alto e nos levando a ler os próximos livros!! Rs…

Mas é claro que, se vocês não gostam de romances eróticos, não devem se preocupar em ler esses livros!! Rs…

Sobre a autora e seus outros livros…

Audrey Carlan escreve histórias de amor criadas para proporcionar aos leitores uma experiência sexy e romântica. Além de A garota do calendário, ela é autora das séries Falling e Trinity. Seus livros já figuraram nas listas de mais vendidos de jornais como New York Times, Washington Street Journal e USA Today. Mora na Califórnia com o marido e dois filhos. Quando não está escrevendo, ela gosta de praticar ioga, tomar uma taça de vinho com as amigas e ler romances picantes. (*Fonte: Site da Record)

A série “A Garota do Calendário” é composta por 12 livros, um para cada mês do ano: Janeiro, Fevereiro, Março, Abril, Maio, Junho, Julho, Agosto, Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro.

a garota do calendário blog leitora compulsiva audrey carlan

8 comentários sobre “A Garota do Calendário: Maio, de Audrey Carlan #Resenha

  1. Marília leocádio

    Oi Camila!!!
    Muito bom saber sua opinião a respeito, tenho só o primeiro livro e quero saber mais dos outros meses se a leitura flui ou só fica parada no tempo, a Mia eu seu que passa por muitas aventuras com os acompanhantes mas ai eu penso será que ela está feliz com toda essa situação? só lendo até o final para saber.
    Abraços!!!!

  2. Leticia Ramos de Mello Oliveira

    Olá, Camila!

    Leu toda a série, mas boa parte parou na pilha da vergonha!!!! Mas também, com tanto livro para resenhar e com todos os livros da série já lançados, ela realmente ficou para trás na divulgação.
    Dessa vez, estando num lugar tão belo quanto o Hawaii, não tem como a Mia não se entregar ao erotismo por lá mesmo, não é?

    Um abraço!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Lê.
      Finalmente estou conseguindo dar um jeito nessa pilha da vergonha! Comprei um computador novo e agora consigo fazer minhas coisas na metade do tempo!! Rs… Quem sabe até o meio do ano já me livrei das resenhas devidas!! Rs…
      Beijos

  3. rudynalva

    Camis!
    Gosto de romances eróticos, mas pelo que vejo, a série é mais voltada para uma acompanhante de luxo do que para o erotismo, embora saiba que tenha alguns trechos que envolvam sexo.
    Hawai, samoano tudo de bom, parece que Mia se deu bem por lá…
    “Não confunda jamais conhecimento com sabedoria. Um o ajuda a ganhar a vida; o outro a construir uma vida.” (Sandra Carey)
    cheirinhos
    Rudy
    /
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

  4. Sandra Mendes

    Camis, você já sabe que eu não curto muito esse tipo de literatura, né?
    Mas mesmo que gostasse, não sei se me animaria, não… livros demais pra uma série só! Morro de preguiça…. rsrs.
    Essa eu definitivamente não irei começar!

    Beijos!

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!

%d blogueiros gostam disto: