Leitora Compulsiva

A Cruz de Fogo: Parte I, de Diana Gabaldon #Resenha

outlander a cruz de fogo diana gabaldon jamie fraser claire blog leitora compulsiva resenhaTítulo: A Cruz de Fogo (Parte 1)

Série: Outlander #5.1

Autor(a): Diana Gabaldon

Editora: Arqueiro

Ano: 2017

Páginas: 720

Tradução: Carolina Caires Coelho

Sinopse: AQUI 

Download do 1º Capítulo: AQUI

Onde Comprar o livro: Amazon, Livraria Cultura, Saraiva, FnacSubmarino

Onde Comprar o E-Book: Amazon (Kindle), Livraria Cultura, Saraiva

***




No mês de fevereiro desse ano, a Editora Arqueiro anunciou o lançamento de “A Cruz de Fogo – Parte 1”, a primeira parte do quinto volume da série Outlander, da autora Diana Gabaldon! Como eu gosto muito dessa série, não perdi tempo e solicitei um exemplar pela parceria…

Assim que o livro chegou foi direto para a minha mesa de cabeceira e comecei o processo lento e cuidadoso de leitura… Mesmo com a divisão do quinto volume em duas partes, só esse livro tem 700 páginas e não é fácil de ficar levando ele para cima e para baixo! Sendo assim, decidi que só leria o livro quando estivesse em casa e por isso minha leitura demorou muito mais do que o habitual!! Rs…

a cruz de fogo parte um outlander diana gabaldon blog leitora compulsiva arqueiro

Sobre o que é “A Cruz de Fogo – Parte 1”?

“A Cruz de Fogo” é o quinto volume da série Outlander, que conta a história de Claire, uma inglesa que vivia no ano de 1945. Ela passou vários anos trabalhando como enfermeira durante a guerra e quando tudo terminou viajou com seu marido Frank Randall para a Escócia, numa tentativa de recuperar o tempo perdido do casamento. Lá então Claire tocou uma das pedras em Craig na Dun e viajou para o passado, mais exatamente para o ano de 1743. Claire acaba envolvida em uma infinidade de confusões e, para escapar de uma delas, precisa se casar com o jovem Jamie Fraser.

E é a partir daí que Claire e Jamie passam a viver inúmeras aventuras ao longo dos anos seguintes e fica praticamente impossível fazer um resumo sem spoilers de tudo o que já aconteceu até aqui! Rs…

Outlander é uma série bem complexa! Apesar de haver uma história principal e personagens centrais, outras tramas menores vão se entrelaçando, personagens vão surgindo e a coisa toda vai se tornando cada vez mais impossível se ser explicada e resumida!

O que é importante saber sobre esse quinto livro é que Claire e Jamie finalmente estão estabelecidos nas terras da Cordilheira dos Frasers junto com a família e seus arrendatários. As coisas parecem ir bem para eles, mas então Jamie é convocado pelo governador para formar uma milícia contra rebeldes…

Jamie sabe que não pode deixar de atender essa convocação, mas sabe também que atendê-la pode lhe custar muito! Tudo o que ele queria era se estabelecer, criar uma boa comunidade e viver sua vida em paz com sua família, mas as tramas políticas e os conflitos parecem gostar demais de Jamie para deixá-lo!!

O bom é que ele não está sozinho. Jamie sempre poderá contar com Claire e agora também com sua filha Brianna e seu genro Roger Mackenzie!!

O que esperar desse livro?

Esse quinto livro da série reforça a ideia que eu tenho sobre toda a série Outlander: essa é uma história para ser degustada com paciência, para ser saboreada com cuidado! Essa série traz uma trama tão intrincada e tão bem trabalhada que muitos leitores podem sentir dificuldade com essa leitura, mas garanto que a recompensa é incrível!!

Todos os livros dessa série são muito bem escritos e esse não é diferente. Nesse quinto livro teremos uma mudança de foco. O quarto volume se concentrou mais na viagem de Brianna e Roger, mas agora que eles já estão estabelecidos com Claire e com Jamie, chegou a hora dos personagens encararem um novo desafio em seu novo lar!

E como essa é só a primeira parte do quinto volume, é importante ter em mente que esse livro traz acontecimentos mais introdutórios relacionados a esse novo desafio e a ação propriamente dita virá só na segunda parte!! Rs…

Novamente vale dizer que essa não é uma leitura para iniciantes e nem mesmo para leitores muito novos. A leitura exige muito do leitor e por isso indico essa série apenas para quem já está em um nível mais avançado!

Quem procura um livro mais “fast-food” – aquele que a gente lê rapidinho, mas não tem tanto valor nutricional assim (Rs…) não deve investir nessa leitura. Mas quem curte um bom livro elaborado, com temperos exóticos e sabores incríveis, então pode se jogar de cabeça! hehehehe

**Desculpem a comparação com comida, mas acho que estou com fome!! Rs…

Sobre os próximos livros…

Até agora já foram lançados aqui no Brasil: A Viajante do TempoA Libélula no ÂmbarO Resgate no Mar – Parte I e O Resgate no Mar – Parte IIOs Tambores do Outono – Parte I e Os Tambores do Outono – Parte II; A Cruz de Fogo – Parte I.

Os próximos livros são: A Cruz de Fogo – Parte II, Um Sopro de Neve e Cinzas – Parte I e Parte II, Ecos do Futuro – Parte I e Parte II, Escrito em Sangue do Meu Próprio Coração – Parte I e Parte II.

12 comentários sobre “A Cruz de Fogo: Parte I, de Diana Gabaldon #Resenha

  1. Marília leocádio

    Eu comecei um breve interesse nos livros quando soube das séries na televisão dai em diante penso seriamente em começar a ler, não dá para ficar carregando esse livro pra todo lado mesmo né? kkkkkkk é difícil, mas já quero começar a ler logo.
    Abraços!!!

  2. Marília leocádio

    Fiquei fascinada com a série desde a adaptação, pensei em não assistir a série por agora quero ler os livros primeiro, entendi pouco da resenha por ser o quinto livro e fiquei perdida como vc disse que a série não é indicada para iniciantes eu gosto de pensar que não vou ler por agora rsrsrs, mas eu gostei bastante é uma pena essa divisão de partes mas se não for assim será impossível mais ainda ler até mesmo deitada.
    Abraços!!!

  3. Leticia Ramos de Mello Oliveira

    Olá, Camila!

    Livro “fast-food”: Eu não tinha como não rir dessa comparação! E pelo jeito, Outlander é a série que se você quer ler em todos os locais, tem que ler em e-book! rsrsrs Experiência de quem já levou livro de faculdade para tudo quanto é lado!
    Ainda me sinto iniciante demais para ler Outlander, mas que é irresistível, isso é sim! Pelo menos tem a série de TV para quem ainda não tem a paciência de ler, mas penso que devo ver por minha conta e risco de encontrar diferenças entre as tramas quando ler os livros!

    Um abraço!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Lê.
      Nunca tinha pensando nessa comparação de livros com comida? Eu penso sempre!!
      Ainda mais porque costumo dizer que devoro livros, então sempre penso neles como uma bela refeição!
      Outlander é um prato refinado, para ser curtido com um bom vinho!! Rs…
      Tem livro que é bem fast-food: é gostoso, a gente come super rápido, mal termina e já está com fome outra vez!! kkk
      beijos

  4. rudynalva

    Camis!
    Quero muito um dia poder ler os livros dessa série, mesmo que grandes, eles abordam viagem no tempo e romance, tudo que mais gosto em um livro.
    Bom ver que finalmente eles se estabeleceram.
    “Não há nada bom nem mau a não ser estas duas coisas: a sabedoria que é um bem e a ignorância que é um mal.” (Platão)
    cheirinhos
    Rudy

  5. Meire Rodrigues

    Bom dia Camila! Faz muuuito tempo que não faço um comentário aqui, mas precisava fazer, você não sabe a minha alegria ao ver uma nova publicação sua sobre essa série, eu tava morrendo de medo desse lançamento demorar pra sair e já saiu!
    Conheci através do seu blog e fiquei apaixonada… a autora é tão detalhista, é uma das séries mais envolventes que já conheci! Tão envolvente que eu fico “economizando” com medo de não ter a próxima parte a mão rsrs. Costumo intercalar os livros da série com outros de diversos temas e a cada 6, 7 livros diferente eu retorno a ela. E a cada livro a surpresa é maior com a criatividade e os rumos que a vida de Claire e James vão levando, meio que me sinto próxima deles com tantos detalhes!
    Terminei “Tambores do Outono” em janeiro e ainda não tinha visto nada sobre a continuação, até ver seu post! Que bom! Confesso que só leio seu post depois que termino cada livro, pois gosto de me encantar com a surpresa que ele vai me oferecer!
    Outra coisa, você diz que essa autora não deixa um ponto sem nó, e realmente não deixa… mas tem um trecho no “Resgate no Mar” que acho que passou batido por mim, e não conheço ninguém além de você pra me ajudar nessa dúvida! Estou em viagem agora, mas assim que eu retornar vou procurar a página direitinho e comentar com você, pra trocarmos figurinhas!
    Parabéns mais uma vez pelo seu blog!!!
    Meire Rodrigues

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Meire.
      Você não imagina como esse comentário me deixou feliz.
      Eu amo muito essa série e me alegra saber que contagiei alguém com esse amor! Rs…
      Agora você já pode ler esse volume sem medo, porque a Arqueiro já avisou que a segunda parte sairá em breve! Então são mais dois livros para ler!!
      Nossa, estou curiosa sobre esse detalhe que você mencionou! Qualquer coisa me manda um email para fofocarmos!! Rs…
      beijos

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!

%d blogueiros gostam disto: