Leitora Compulsiva

Markus Zusak – A Menina Que Roubava Livros

Depois de escrever um post sobre o livro Eu Sou o Mensageiro, está na hora de falar um pouco sobre esse livro! Esse foi o primeiro livro que li do autor e um dos livros que confesso que comprei por causa da capa! Eu tinha comprado um livro na Saraiva um dia e dentro do livro que comprei veio um encarte, com o primeiro capítulo desse livro! Achei a capa linda e resolvi comprar o livro! E foi amor à primeira leitura!! Logo nos primeiros capítulos eu já sabia que esse seria um daqueles livros que me marcariam para sempre… E com certeza entrou para os meus favoritos!

O livro é narrado por ninguém menos que a ‘Morte’. Isso mesmo!!! A ‘Morte’ se afeiçoa à Liesel Meminger e passa a acompanhar sua trajetória desde o momento em que é levada por sua mãe, junto com seu irmão, para uma família num subúrbio alemão. Durante a viagem de trem, a ‘Morte’ vem buscar o irmão de Liesel e a partir daí as duas (‘Morte’ e Liesel) passam a se encontrar em diversas ocasiões. Durante o enterro do irmão, Liesel rouba seu primeiro livro, mesmo não sabendo ler e esse será o primeiro de muitos!

A história se passa durante o nazismo e embora Liesel tenha sido adotada por uma família alemã comum, terá contato com as mais facetas de uma Alemanha nazista, inclusive com o culto a Hitler. Liesel ajudará os novos pais com o trabalho, fará amigos, conhecerá uma biblioteca imensa, sofrerá com a queima de livros promovida pelos nazistas… Se tornará uma excelente assaltante de frutas e roubará muitos livros! Liesel aprenderá a ler e ajudará um judeu, descobrindo que a vida nem sempre é justa!!!!

O livro é lindo e muito emocionante! Não vou mentir, terminei de ler esse livro chorando! Sabe aquele choro de soluçar?! Pois é… Assim que eu estava!!!! Nunca imaginei que um livro mexeria tanto comigo! Depois disso, acho que só chorei tanto com  o “A Mulher do Viajante do Tempo”.

Considero esse livro uma leitura obrigatória para qualquer pessoa! É um excelente presente também! Dei uma olhada no Skoob e vi que já foi lido por mais de 10.000 dos usuários!! Isso sem contar que mais de 1.200 estão lendo e mais de 4.000 pretendem ler!! Não é demais?!

Se você já leu, me diga o que achou… Se você ainda não leu, não perca essa chance!! E volte depois aqui pra me dar sua opinião!!!

** P.S.: Eu disse ali em cima que achava que todos deveriam ler esse livro, mas fiz uma pequena pesquisa e descobri que muita gente acabou abandonando o livro, inclusive a minha querida amiga Mila (olha eu te entregando!! hehe)… Então pensei melhor e acho que realmente não é um livro que agradará a todos, porque ele pode ser meio paradão e com um monte de desgraça, então é mais indicado para quem curte livros mais sérios e já tá acostumado com essas coisas de história!

50 comentários sobre “Markus Zusak – A Menina Que Roubava Livros

  1. Camila Mosqueira

    Hahaha, me entregou bonito! Sou eu mesma _o/
    Abandonei, mas pretendo voltar a lê-lo, um dia… Mas não fui a única não, heim? Segundo o próprio Skoob, outras 999 pessoas abandonaram ele tb hehehehe
    Mas Camila falou tá falado! Deve ser mto bom mesmo.

      1. Camila Mosqueira

        Sinceramente nem me lembro dessa desgraça toda. Eu não sei nem se aguentei chegar no segundo capítulo. Não estava num bom momento pra este tipo de leitura qndo comecei a lê-lo e deu nisso, bye bye livro chato.
        Tem livro que se vc não estiver numa boa sintonia com ele, vc acaba largando ou se obriga a engolir a seco hehe. Me lembro que li “O Xangô de Baker Street” desse jeito. As pessoas me viam lendo aquele livrão e falavam “vc gosta mesmo de ler heim? tá gostando deste livro aí?” E eu dizia: “Na verdade não to gostando mto não, mas agora q comecei a ler vou até o final”. As vezes vale a pena o esforço, neste caso até que valeu =)

  2. Sara

    Depois desses seus comentários, vou correndo comprar os dois lviros dele. Embora você tenha dito que algumas pessoas possam não gostar e mesmo lendo que a Mila achou chato, esse me pareceu o típico livro que eu gosto. Gosto de livros que envolvam história e que sejam, como você classifica “sérios” e que a maioria das pessoas pode achar chato! rs.
    Beijoca

  3. EricRossi

    Eu vi esse livro a algum tempo e fiquei com vontade de ler, mas não sabia nada dele xD

    Depois de “Inglorious Bastards” não quero ver mais nada de “nazismo” hehehehe,

    Mas mesmo com essa ótima resenha não pretendo lê-lo =

    1. leitoracompulsiva

      Não gostou do Bastardos Inglórios?! Achei a maior piração!! Pra quem não gosta de nazistas, esse não é mesmo um livro indicado! Ainda que eles sejam tratados como devem! E viva os vários estilos literários, né?! hehehe

      1. EricRossi

        NÃO! eu adorei o filme, por isso mesmo, essa é a visão que eu gostaria de guardar da segunda guerra por um tempo hehehehe.

        A segunda guerra marcou e ainda marca muito gente, esse tipo de livro mantém essa lembrança e abre os olhos de quem não conhece muito sobre ela, mesmo que tudo não passe de um “background” para a historia principal.

        Não gosto de leituras pesadas, apesar de gostar muito de livros e filmes que me tocam ao ponto de chorar, prefiro que o façam por motivos mais singelos e não apenas sofridos, não estou julgando o livro, mesmo pq não li, eu provavelmente estou enganado, mas de qualquer forma, pretendo evitá-lo.

        1. leitoracompulsiva

          Você está coberto de razão! Devemos sempre escolher um livro que tenha a ver com a gente e com o momento que estamos vivendo e não porque ele faz sucesso! Não acho que você esteja julgando o livro, mas apenas constatando que ele não é para você! Se as pessoas procurassem saber mais sobre o livro antes de comprá-lo (e não apenas porque está em destaque nas livrarias), as pessoas gastariam menos com livros! hehehe

          1. EricRossi

            Na verdade eu acho que as pessoas leriam mais hahahaha, passei anos da minha vida evitando livros, mas sempre fui apaixonado por filmes, porem, descobri uma coisa:

            “Um filme é um show para milhões de pessoas e um livro é um jantar a dois”

            (INFELIZMENTE não lembro onde li essa frase ou algo parecido).

            Por não se informar, muitas pessoas “perdem” muito daquilo que amam, eu perdi muitas historias e contos que amaria ler quando criança, mas estou tirando o atraso e pretendo passar isso para todos que eu puder.

          2. leitoracompulsiva

            Acho mesmo que as pessoas leriam mais mesmo! O problema é que muita gente fica traumatizada por causa de livros que foram obrigadas a ler! A gnte perde tanta coisa por não ler… Eu adoro filmes, mas quando eles são baseados em livros, sempre quero ler os livros antes!!!
            Que bom que tá tirando o atraso na leitura!!!
            Beijos

  4. clara

    amei o livro, chorei no final, e é difícil um livro me fazer chorar, com certeza um dos meus favoritos, é triste mas empolgante, pelo menos o foi para mim, quem gosta de livro sobre segunda guerra mundial eu recomendo “a guerra de clara” da clara kramer, me chamou atenção pelo nome (meu nome também e clara), é a historia de uma judia que fica escondida por vários anos num “porão” que nem sequer consegue ficar em pé, e com varias outras pessoas no mesmo local, se passa na polônia, e bem interessante a leitura, pode parecer chato, mas e bem interessante acompanhar o que acontece durante a estada deles no porão

    1. leitoracompulsiva

      Olá, Clara!
      Seja bem vinda ao Leitora!! Eu chorei bastante com esse livro também! Vou anotar a sua dica, deve ser bem interessante mesmo! Só não posso dizer que vou ler agora porque tô numa fase mais de fantasia! Se eu ler alguma coisa triste, não vai dar certo! hehehe
      Beijos

  5. Claudia

    Eu li esse livro nesse final de semana, e ele realmente me marcou bastante! Adoro esse tipo de leitura e gosto muito de história de uma forma geral, então juntando os dois o resultado foi…muuuuuito choro T_T !!! Me emocionei tanto que, mesmo depois do choro, e até agora, ainda me pego pensando nele. Sei lah, a inocencia do amor justo ali me tocou mesmo! Tá tá tá… sem choradeira rsrsrsrsrs!!! Adorei e com certeza vô ler o outro! ^^
    Bjussss

    1. leitoracompulsiva

      Esse livro é um dos livros que mais me marcou!! Depois desse, só chorei assim com A Mulher do Viajante do Tempo (mas esse é outro post, hehe). O outro livro do Markus Zusak é bem diferente desse. Não tem nada de história, mas tem uma lição maravilhosa! Se você ler, depois me diz o que achou!
      Beijos

    1. leitoracompulsiva

      Esse livro deve ser lido num momento certo! Como você leu o Menino do Pijama Listrado, talvez deva esperar um pouco para não ter uma overdose de guerra, alemães e judeus! Se você tem uma lista grande, leia os que já estão te esperando, mas pelo menos deixe esse na sua listinha de ‘Vou ler algum dia’. hehe
      Beijos

  6. Nathália Neves

    Camila, adorei sua resenha!!! Eu achei o livro bem parado no início e tive certa dificuldade com a narrativa, mas depois a leitura engrenou e não consegui mais parar. Também chorei muito no final e o livro me marcou demais! Mas concordo com você, a pessoa tem que estar no momento certo de leitura pra gostar dele! Acho que é o tipo de livro que ou você ama ou odeia! rs Beijinhos

  7. Juliana

    Adorei sua resenha. Ficou ótimo!
    Também já li esse livro e é, um dos meus preferidos.
    Li ele do nada. Minha amiga havia comprado, e me emprestou para ler, disse que era muito bom. E realmente é muito bom o livro.
    No final então, nem me fale… Chorei que nem você, de soluçar mesmo! Incrível! hauahuah
    Beijos

          1. Juliana

            Bom, eu gostei bastante do livro. o livro é como se fosse uma biografia do Marley sabe?! Fala bastante dele, do que ele aprontava e tal. Se você gosta de livro assim, vai gostar de ler. E sem contar que o livro é curtinho,e então uma leitura bem rápida! ;D

  8. Viviane

    Bom, eu gostei mesmo daquele livro…rsrsrs…o pior é que tem mesmo muita coisa ruim; é triste pra caramba, o tema é ruim demais, mas eu realmente devorei o livro!! Vai entender…acho que fiquei curiosa demais, e a morte contando a história realmente me prendeu!! rsrsrs..o mais engraçado era ela contar o final antes de ler…

    1. leitoracompulsiva

      Que bom que gostou! Acho que esse é um daqueles livros que fazem a gente refletir sobre a essência do ser humano!! É lindo, mas a gente tem que estar numa boa para ler! Nada de ler esse livro estando na fossa!! hehe

  9. Verônica

    “Logo nos primeiros capítulos eu já sabia que esse seria um daqueles livros que me marcariam para sempre… E com certeza entrou para os meus favoritos!”
    Pronto, sua frase falou tudo que eu ia escrever OGHFGHIUGSFOGUIFOUIDHOGDFUIGH

    Eu conheci esse livro assim que ele chegou às livrarias e me interessei logo que vi, mas não comprei. Algumas semanas depois eu ganho o livro de aniversário e foi dado por uma pessoa que nem era tão ligada à mim (mas ela disse que achou o livro a minha cara, etc…). Sei que não consegui largar e quando fui chegando ao final meio que não queria parar de ler (eu lembro disso ter acontecido comigo quando li “O Jardim Secreto” o.o). Fiquei muito abalada quando terminei. Sabe aquela sensação de irrealidade?
    Mas o pior ainda estava por vir: eu caí na besteira de emprestá-lo e só foram me devolver uns 6 meses depois. Meu professor de Filosofia descreveu muito bem o estado dele: “esse livro foi roubado?”
    DDD: Até hoje quando olho pro livro sinto uma facada >.>

    1. Camila

      O livro é incrível, não é?! Só de ler o seu comentário já me lembrei do livro e me deu um nó na garganta!!! Esse é um livro que não empresto não!!! Na verdade, são poucas as pessoas que chegam perto dos meus livros!!! Morro de ciúmes deles!! Uma vez emprestei o Estação Carandiru para uma amiga e depois descobri que ela tinha emprestado para outra pessoa!! Demorei 6 meses para recuperar o livro! Se ele tivesse voltado em mau estado, tinha feito a amiga me dar um novo! Resultado: nunca mais emprestei nadinha para ela!! Hoje só empresto livros para meu namorado, para meus irmãos e para amigos que amam livros tanto quanto eu! Tenho que ter muita intimidade, até para poder “soltar a minha fúria” se o livro for estragado!!!
      Senti a facada só de você contar!!!
      Beijos

  10. Giulia

    O livro é parado no começo sim, mas isso nao me impediu de continuar, me emocionei como em nenhum livro, chorei meesmo. E a forma como a morte narra, as vezes antecipando os fatos é incrivel, uma leitura maravilhosa e diferente. Recomendo.

  11. ♪ Dayane ♪

    Oi. 0/ Primeira vez comentando…;)

    Eu gosto muito desse livro, a história na minha opinião é completamente tocante e pura mesmo sendo triste. Concordo que esse livro pode não agradar a todos, já que além de ser grande tem uma história bem triste. Mas, mesmo assim eu continuo recomendando…
    Adorei aqui, viu? Pretendo visitar sempre.:)

    ~> Beijusss…

    ~> http://letraseternasdayane.blogspot.com/

  12. Bárbara

    Oi Camila!!! Sinceramente, esse livro é um dos meus preferidos… Realmente é uma história séria, mais é exatamente isso que o deixa tão extraordinário. Nunca uma história tão séria me prendeu tanto quanto esta. Nem mil linhas poderia explicar,por exemplo, a humanidade que existia dentro de Hans Huberman, ou o sofrimento dentro de Max, ou as dúvidas e a curiosidade de Liesel… Sei que é uma história, mais nunca me senti tão transportada para dentro de um livro como foi com este. A maneira como Markus Zusak escreve me convenseu logo no primeiro parágrafo.
    “…Eis um pequeno fato: VOCÊ VAI MORRER. Com absoluta sinceridade, tento ser otimista a respeito de todo esse assunto, embora a maioria das pessoas sinta-se impedida de acreditar em mim…Por favor , confie em mim. Decididamente eu sei ser amável. Agradável. Afável. E esses são apenas os As. Só não me pessa para ser simpática. Simpatia não tem nada a ver comigo…”
    Gente!!! Não deixem de ler este livro.
    bjo.

    1. Camila

      Cada aspecto desse livro é encantador!! Fiquei tão comovida com a vontade que a Liesel mostrou de aprender a ler!! E a narradora dessa história não poderia ser mais perfeita!! Acho que todo mundo deveria ler esse livro!! Adorei o que você escreveu!!
      Beijos

  13. Kelly

    O livro é perfeito!!

    Estava na livraria quando vi a capa desse livro, adorei a capa e resolvi comprar, o começo do livro é bem chatinho, estava pensando em abandona-lo quando resolvi continuar, foi a melhor coisa que fiz! Acabei me prendendo a história e acabei me apaixonando pela Liesel, pelos Hans, Max e Rude. Chorei tanto, quase solucei de tanto chorar! fiquei chorando uns 10 min depois que terminei o livro, depois você fica angustiada com o que aconteceu. já chorei em outros liros, mas com certeza foi o que eu mais chorei xD

    Recomendo

    1. Camila

      Oi Kelly,
      Realmente o livro é lindo demais! É um dos meus prediletos!!! Eu também chorei litros, mas foi um choro que me deixou leve depois!!!
      Muita gente acabou abandonando esse livro no começo! É uma pena!!! O livro é bom demais!!
      Beijos

  14. Simone

    Oiiii, uma amiga me indicou esse site, a Desiree (desde já agradeço pela indicação), e eu gosteei muuito. Esse livro é muuito bom mesmo, e é uma pena pra quem parou no inicio, porque depois impressiona, me ensinou muita coisa.. e concordo com tudo que a kelly disse, é impossível não se apegar a eles, e desejar que tenham um final melhor..choreeei muito tbm..
    peguei ele na biblioteca do colégio e nao tinha vontade de devolver, tenho 16 anos, e amei esse livro, vale a pena ler ! um dos meus melhores..
    beijinhos e parabéns pelo site!

    1. Camila

      Olá Simone,
      A Desireé é ótima, tenho um enorme carinho por ela!!
      Que bom que gostou do livro! Esse é um dos meus livros prediletos e fico muito feliz quando vejo que mais gente também gosta dele!!
      Beijos

  15. Emily Sato

    Falando em livros sérios, eu recomendo O caçador de pipas. Foi o livro que eu mais me emocionei em toda a minha vida! Confesso que chorei muito quando pude, e me segurei no trem e no onibus.
    Conheci este livro da mesma maneira que A menina que roubava livros: vi uma mulher lendo este livro no trem uns 8 anos atrás, e nunca me esqueci da capa e da maneira como ela lia… Leia que não vai se arrepender! ( É sobre um menino – Amir – que cresce no Afeganistão em meio aos conflitos e tem um passado que o atormenta)

Deixe uma resposta para Lia Costa Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: