Leitora Compulsiva

Wicked, de Gregory Maguire

Wicked Gregory Maguire Leitora CompulsivaTítulo: Wicked

Subtítulo: A história não contada das Bruxas de Oz

Série: The Wicked Years

Autor(a): Gregory Maguire

Editora:Leya

Ano: 2016

Páginas: 496

Tradução: Tatiana Leão

Sinopse: AQUI

Onde Comprar o livro: Amazon, Livraria Cultura, Submarino, Buscapé

Onde Comprar o E-Book: Amazon (Kindle), Livraria Cultura, Saraiva

***




Quando a Editora Leya anunciou, no mês de abril, o lançamento do livro Wicked: A História não contada das Bruxas de Oz, ele entrou imediatamente para o topo da minha lista de desejados! O lançamento dessa edição de Wicked coincidiu com a estréia do famoso musical – inspirado nesse livro – aqui em São Paulo. As excelentes críticas ao musical deixaram muitos leitores loucos para ler o livro e eu fui um deles! rs…

O livro foi inspirado na obra ‘O Mágico de Oz’, de L. Frank Baum, no qual a garota Dorothy é capturada por um tornado no Kansas e levada a uma terra fantástica de bruxas, de leões covardes, de espantalhos falantes, homens de latas e bruxas. Em 1939 foi adaptado ao cinema e estrelado por Judy Garland, Frank Morgan, Ray Bolger, Jack Haley, Bert Lahr, Billie Burke e Margaret Hamilton, se tornando um dos filmes mais emblemáticos da época. E o que pouca gente sabe é que esse livro já tinha sido lançado aqui no Brasil pela Ediouro em 2007, com o título de ‘Maligna’.

E como eu não sou boba, pedi um exemplar dessa nova edição pela parceria com a Leya e o livro chegou no finalzinho de maio. Eu estava toda animada para começar a leitura e então peguei uma gripe desalmada, daquelas que deixa a gente imprestável… Aproveitei que passei alguns dias de cama e escolhi esse livro para me fazer companhia…

Wicked Gregory Maguire Leitora Compulsiva

Sobre o que é ‘Wicked’?

A maneira mais simples de explicar a história contada em Wicked seria dizer que essa é a versão de Elfaba, conhecida como A Bruxa Má do Oeste – sobre os acontecimentos narrados em ‘O Mágico de Oz’. No entanto, essa seria uma definição não tão exata, porque Wicked narra toda a vida de Elfaba, desde seu nascimento como uma criaturinha verde e de dentes afiados, até seu encontro fatídico com a jovem Dorothy, passando por sua amizade com Glinda e sua luta contra o Mágico!

E aqui preciso fazer uma pausa e perguntar… Todos vocês conhecem o ‘O Mágico de Oz’? Sei que muitos já ouviram falar da Dorothy e seu cachorrinho Totó, do Espantalho, do Homem de Lata e do Leão Covarde… Mas e os detalhes dessa história? Vocês lembram? Porque eu não lembrava muito e fui dar uma pesquisadinha antes de ler Wicked… hehehe

“Dorothy Gale é uma garota de 11 anos que vive na fazenda dos seus tios Henry e Em, no Kansas. Para evitar que seu cão Totó, seja sacrificado, Dorothy foge de casa, mas no meio do caminho ela é persuadida a voltar para casa. E é então que um tornado enorme surge e arranca a casa da fazenda do chão, levando-a para o centro do tornado. A casa começa a descer, girando até o solo e aterrissando com um estrondo. Quando ela abre a porta da casa e se depara com um lugar maravilhoso. Dorothy tem certeza que não está mais no Kansas, principalmente quando, através de uma bolha colorida, surge Glinda, a Bruxa do Norte, perguntando se Dorothy era uma bruxa boa ou má. O motivo da pergunta é que os munchkins, os pequenos habitantes daquele lugar, disseram a Glinda que uma bruxa derrubara uma casa sobre a Bruxa Má do Leste, matando-a e os libertando-os de suas maldades. E é então que a Bruxa Má do Oeste surge em cena, tentando pegar os mágicos sapatos de rubi dos pés da Bruxa do Leste, mas antes que consiga pegar os sapatos eles surgem nos pés de Dorothy, graças a uma magia de Glinda. A bruxa jura vingança diante de uma terrificada Dorothy, que só quer voltar para o Kansas. Glinda não pode ajudá-la. O único que tem esse poder é o Todo-Poderoso Mágico de Oz. Glinda diz que ele tem este poder e Dorothy busca a ajuda dele na Cidade de Esmeraldas, onde ele reside. Antes de partir Glinda diz para ela nunca tirar os sapatos. No caminho conhece um espantalho que quer ter um cérebro. Mais adiante encontram um homem de lata, que anseia por um coração. Logo depois se deparam com um leão covarde, que quer ter coragem, então o quarteto fica mais do que determinado em achar o mágico de Oz.” *adaptado da Wikipédia

Wicked Gregory Maguire Leitora CompulsivaDepois desse resuminho básico sobre ‘O Mágico de Oz’, já posso voltar a ‘Wicked’, que nos mostra uma Oz que em nada se parece com um lugar de contos de fadas. A Oz de Gregory Maguire é um lugar sombrio, governado por um tirano! É uma terra repleta de magia, onde existem Animais com almas e inteligências comparadas à das pessoas, mas que são perseguidos e mortos por um Estado opressor e intolerante.

Elfaba é uma pobre garota munchkin que nasceu verde, com dentes afiados e com uma forte alergia à água. Hostilizada até mesmo por sua família, Elfaba não teve uma infância feliz e demorou muito para se desenvolver. Muito mais parecida com um lagarto do que com uma criança, Elfaba sempre sofreu muita rejeição por onde passou. A chegada de sua irmã Nessarose ao mundo, que nasceu sem os braços, tornou tudo ainda mais difícil…

Apesar da aparência nada convencional, Elphaba é muito inteligente e quando atinge a juventude é enviada para estudar na Universidade de Shiz, onde se torna colega de quarto de Glinda. Aos poucos Elphaba começa a fazer amigos, ao mesmo tempo em se torna uma ativista pelos direitos dos Animais. A convivência inicial de Glinda e Elphaba não é das melhores, mas as duas acabam se tornando melhores amigas.

A partir de então, a história passa a retratar diversos períodos da vida de Elphaba: sua fuga da escola, sua associação a um grupo de rebeldes, a perda de seu único e verdadeiro amor, seu isolamento… Em suas quase 500 páginas, Wicked narra com detalhes todas as escolhas de Elphaba, que a levam ao seu derradeiro encontro com Dorothy.

O que esperar desse livro?

Wicked é um livro tão complexo que nem sei por onde começar…

Bom, em primeiro lugar, preciso confessar que essa não foi uma leitura fácil para mim! Como eu disse no começo desse post, comecei a ler esse livro quando peguei uma gripe forte e passei quase uma semana de cama. Achei que a leitura pudesse me animar e me tirar da preguiça da gripe, mas acho que a gripe foi mais forte e me deixou com preguiça do livro!

Wicked Gregory Maguire Leitora CompulsivaDemorei quase duas semanas para ler esse livro, o que para mim é demais… E a culpa não foi só da gripe. Meu problema maior com esse livro é que ele tem uma narrativa poética demais para o meu gosto. A escrita do autor é por vezes tão requintada que a leitura não fluiu bem! Isso sem contar que acontecem coisas tão loucas que precisei reler diversos trechos e ainda sim fiquei meio confusa. Algumas cenas foram psicodélicas demais para mim! kkkk

É nítido que o autor quis quebrar diversos paradigmas dessa história e mostrar aos leitores que a ideia de bem e de mal é relativa. Ao narrar todos os infortúnios da vida de Elphaba, o autor a mostra como vítima de uma sociedade intolerante, cruel, preconceituosa, repleta de fanatismo religioso…

Quando terminei de ler o livro percebi que essa é uma ótima história, só não faz o meu tipo! Acho que é uma ótima pedida para quem curte analisar os aspectos intrínsecos da história, que gosta de analisar a crítica sociais por traz cenas narradas… No fundo, achei um livro intelectual demais para o meu gosto! kkkkkk Prefiro sempre uma leitura mais leve, que me permita relaxar a mente depois de um dia estressante de trabalho…

Sei que muita gente gostou muito desse livro, mas também sei que muita gente não curtiu…

Sobre os próximos livros…

Uma coisa que pouca gente sabe ou imagina é que esse livro é o primeiro de uma série chamada ‘The Wicked Years’. O segundo livro da série também chegou a ser publicado aqui no Brasil pela Ediouro, em 2008, e recebeu o nome de ‘O Filho da Bruxa’.

Em consulta ao site do autor, descobri que ‘The Wicked Years’ é composta pelos livros: ‘Wicked’, ‘Son of a Witch’, ‘A Lion Among Men’, ‘Out of Oz’ e ‘Tales Told in Oz’.

Como o primeiro livro foi lançado recentemente, não temos nenhuma informação se a Leya pretende lançar os outros livros aqui no Brasil. Pelo menos o primeiro livro tem uma história completa, com um final satisfatório. Se as continuações não forem lançadas, não ficamos no prejuízo! rs…

Wicked Leya

33 comentários sobre “Wicked, de Gregory Maguire

  1. Tô Pensando em Ler (@leletapias)

    Lembra que o Pedro ganhou este livro no Leya na Estrada, então, ele começou a ler e parou, rsrs. Disse que não estava entendendo e que leria depois.
    Agora entendi o motivo, rsrs.
    Acho quem irá curtir a leitura sou eu… talvez eu pegue pra ler, assim que ele deixar, hehehe.

    Bjksssss

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Lê.
      Acho que você pode gostar desse livro sim.
      Para mim não rolou… Achei muito cansativo e maluco demais em algumas partes!
      Quando terminei de ler o livro percebi que a ideia geral do livro é bem bacana, mas a leitura não foi tão prazerosa quanto eu esperava!
      Beijos

  2. marinafaedda

    Oi Camis!

    Nossa, eu queria muito ler esse livro E ver o musical! Como o musical só Jesus na minha causa, o livro está mais próximo! Definitivamente está na minha lista! Como eu li “O Mágico de Oz” há pouco tempo ainda estou meio na fissura da série! rss!

    Amei a honestidade da sua resenha, como sempre!

    Beijos!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Nina.
      Eu estava maluca para ver o musical, mas os preços não ajudam!! rs…
      Acho que você pode se dar melhor com esse livro porque está com a história fresca na cabeça!
      E fica de olho porque teremos promoção aqui!
      beijos

  3. Leticia Ramos de Mello Oliveira

    Olá, Camila!

    Acho esse livro perfeito para esses dias em que todo mundo só quer que seu lado e opinião ganhe ao invés de compreender o outro (o que é diferente de aceitar sua opinião). Mas tem que ter pique para entender e entrar em toda essa trama.
    Acho que o musical fez muito sucesso por todo mundo porque traduz esse lado intelectual do texto por um meio que todos amam e compreendem, que é a música. O musical em si, é um meio mais lúdico de contar histórias.
    Ah, acho que o primeiro lançamento de Wicked não fez sucesso exatamente porque o titulo do musical é muito mais conhecido em todo mundo! Se não, o lançamento da versão da Leya não seria tão estrondoso.

    Um abraço!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Letícia.
      Esse livro é mais pesado e cansativo do que estou acostumada.
      E nem digo pelo tamanho porque depois dele peguei Outlander e li em dois dias! rs…
      A narrativa tem um toque poético, cheio de segundas intenções. A sensação é que a história principal está muito mais nas entrelinhas do que na narrativa em si!! Então isso exige muita atenção aos detalhes… Não é o tipo de livro que tenho curtido!
      Nossa, acho que se não fosse o musical, o livro não teria sido relançado por falta de público para ele!
      beijos

  4. Daniele Sanches de Souza

    Bom dia, Este livro foi tão cobiçado no dia do evento Leya na praça, que fiquei curiosa por esta leitura.
    Beijos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Dani.
      Saiu até briga depois… kkk
      É uma leitura interessante, só não fez muito o meu tipo!
      Beijos

  5. Márcia Saltão

    Olá!
    Ótima sua resenha, bem detalhada e sincera, a respeito das características da obra. Fiquei bem curiosa e gostaria muito de ler esse livro e assim poder tirar minhas próprias conclusões! Beijos.

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Márcia.
      Acho que você deve ler mesmo!
      Tem gente que amou essa história e o livro é bem escrito também! É só uma questão de gosto mesmo! rs…
      Beijos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Olha só que bacana!!
      É por isso que eu sempre gosto de dar os meus motivos por não gostar tanto de um livro… Muitas vezes o que eu não gosto é justamente o que outra pessoa ama!! rs… Adorei!
      beijos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Mi.
      Espero que tenha a chance de ler. E espero ainda mais que curta esse livro mais do que eu!! rs…
      Não fez mesmo o meu tipo! Uma pena!
      beijos

  6. lanawesley

    Ainda não conhecia esse livro, e como amo histórias de bruxas, já fiquei animada com a premissa do livro, ainda mais quando e baseada na história de Magico de Oz, que eu adoro. Mesmo o livro tendo uma escrita mais densa, fiquei bastante curiosa para saber mais sobre a trama, que me pareceu bastante confusa, por causa dos acontecimentos surpreendentes, espero ter a oportunidade de ler esse livro.

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Lana.
      Esse é um livro curioso, com uma história bem interessante.
      Não foi uma leitura tão boa quanto eu esperava, mas imagino que muita gente vá gostar!
      beijos

  7. Jhennifer Alves

    Oiiie. Uaaaaaaaaaaaau, amei esse livro já kkkk
    Que capa linda, para começo de conversa né? kkkk
    Então, minha história com Dorothy foi a seguinte, odiei todos os filmes e nunca foi uma história que gostava na infância, sempre preferi mais contos de princesas e Alice. Mas então ano passado li a obra de O Mágico de Oz e me encantei de tal forma que eu não esperava, e depois assistindo OUAT me encantei ainda mais (mesmo sendo diferente) E confesso que quando vc falou que a história é sobre a Bruxa má do Oeste guase gritei aqui <3
    E outros aspectos que tbm me animaram foi claro conhecer melhor a Alfaba que ainda nem li mas já amo ela kkkk, as 500 páginas ou seja tem muito para acontecer uhuul kkk e porque amo narrativa poética, deve ser realmente lindo. Quero ler urgentemente kkk <3
    Bjoes…

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Jhennifer.
      Se você tem essa relação tão bacana com a história, mesmo que só agora, então precisa ler esse livro!
      Acho que eu deveria ter lido O Mágico de Oz antes de ler esse livro, mas perdi a chance! Talvez a leitura tivesse me animado mais!
      Beijos

  8. feyano

    Oie

    Primeira coisa que me chamou a atenção no livro foi a capa. Gostei muito!!
    Que pena que não deu muito certo pra você, eu já morri de vontade de ler, achei bem meu estilo, adoro histórias assim e de uma escrita mais poética.
    Enfim, como fã de O mágico de Oz, fiquei super curiosa.

    bjs
    Fernanda

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Fê.
      Acho que esse livro pode agradar muito quem curte esse tipo de narrativa.
      Uma pena mesmo que para mim não funcionou, porque eu queria ter gostado!
      Espero que consiga ler em breve!
      Beijos

  9. Cristiane de oliveira

    Ja tem um tempo que quero esse livro faz tempo e não sabia que ia ter lançamento aqui no Brasil eu pirei, entrou na lista dos tops desejados, vamos ver se consigo ler ainda esse ano., pena que não funcionou com você mas espero gostar.

  10. Joseph Luis

    Oi Camila!!!

    Adoro toda a magia da história de O Mágico de Oz, inclusive é uma das minhas histórias favoritas e adoro quando há “adaptações” sobre ela, como é o caso de Wicked. Fiquei muito curioso com a sinopse e, mesmo na história original e nas adaptações cinematográficas nunca odiei a bruxa, gostando mais dela do que da Doroty kkkkk (meu fraco por vilões…)
    Espero ler o livro em breve, mas já é garantia que vou amar!

    Beijo.

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Joseph.
      Espero que você tenha a chance de ler esse livro e que ame mesmo!
      Eu queria ter gostado mais, mas não foi pra mim!
      beijos

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!