Leitora Compulsiva

Sophie Jackson – Desejo Proibido

desejo proibido sophie jackson arqueiro romance eróticoTítulo: Desejo Proibido

Série: Desejo Proibido #1Conteúdo Inadequado - Botão

Autor(a): Sophie Jackson

Editora: Arqueiro

Ano: 2015

Páginas: 416

Tradução: Thalita Uba

Sinopse: AQUI 

Download do 1º Capítulo: AQUI

Onde Comprar o livro: Amazon, Livraria Cultura, Saraiva, Fnac, Submarino

Onde Comprar o E-Book: Amazon (Kindle), Livraria Cultura, Saraiva

***

Os chamados romances eróticos sempre estiveram presentes na literatura, mas por muito tempo foram renegados pelas livrarias e pelos leitores tradicionais. Os livros conhecidos como ‘romances de banca’, cujo conteúdo poderia ser classificado como picante (rs!) sofreu muito preconceito e os leitores, em sua maioria mulheres, tinham vergonha de assumir que gostavam de livros com cenas eróticas.

Depois do grande sucesso de séries como “Cinquenta Tons de Cinza”, o romance erótico se tornou um dos queridinhos das livrarias e arrebatou uma enorme quantidade de fãs. As histórias que exploravam relações de dominação/submissão, com um toque de BDSM, chegaram em peso às prateleiras e abriram espaço para muitas discussões sobre sexualidade na literatura e até mesmo na vida das pessoas. Em pouco tempo fomos de um extremo a outro: de romances água-com-açúcar e heroínas virginais a quartos vermelhos da dor, algemas e chicotes! rs…

Mas e agora? Bom… O ideal é sempre buscarmos o equilíbrio, não é mesmo?!

desejo proibido sophir jackson arqueiro romance eroticoE é justamente esse equilíbrio que encontramos em alguns dos recentes lançamentos da Editora Arqueiro, entre os quais se destaca o livro “Desejo Proibido”, da autora Sophie Jackson, que conta a história de Katherine Lane e Wesley James Carter.

Kat é uma jovem de 24 anos, ruiva, de olhos verdes, impetuosa e de personalidade forte.  Quando Kat tinha 9 anos, seu pai foi brutalmente assassinado e ela, por pouco, escapou do mesmo destino. Desde então os pesadelos a assombram. Em uma tentativa de encarar seus medos e ainda seguir o exemplo altruísta de seu pai, Kat decide dar aulas de literatura inglesa para os detentos da penitenciária Arthur Kill.

Carter é um dos novos alunos de Kat e poderia ser descrito como um bad boy ou simplesmente como um babaca folgado! Rs… Ele é do tipo machão, que não aceita ordens e vive arrumando confusão na cadeia. Ele sempre foi um garoto problema que andava em más companhias e não foi surpresa ter sido preso. Agora Carter está em vias de conseguir a liberdade condicional, mas precisa mostrar progresso na sua reabilitação. Para isso, ele acaba indo parar nas aulas de literatura de Kat, ainda que meio a contragosto…

E basta um único encontro entre eles para que a tensão se estabeleça. Ambos donos de personalidades fortes, os dois logo batem de frente. Mas ao invés de isso causar um mal estar entre eles, o que surge é uma clara atração sexual, que tenta ser disfarçada com agressividade… Apesar disso, Kat reconhece o grande potencial de Carter e no final das contas acaba se oferecendo para dar aulas particulares para ele fora da prisão. É lógico que ela faz isso apenas por generosidade e não porque ele é um cara gato e super sexy… E a gente finge que acredita! kkkk

O que Kat não faz ideia é que ela e Carter já se conheciam. Para ela o encontro dos dois ficou guardado em sua mente quase como um sonho, mas para ele tudo foi muito real e mexe com ele até hoje. Carter a reconhece logo de cara, mas decide manter o segredo guardado.

As aulas particulares começam tão logo Carter sai da prisão e a cada encontro a atração entre eles só aumenta. Kat sabe que se envolver como um aluno pode arruinar a sua carreira e que sua família nunca aprovaria um relacionamento com um criminoso, mas a paixão entre eles é mais forte do que tudo! É claro que obstáculos irão surgir ao longo da trama e os dois terão que descobrir se o que sentem um pelo outro é realmente verdadeiro e se vale a pena!!

O livro traz personagens muito interessantes, marcados por tragédias, que passaram a vida toda construindo um muro ao redor de seus sentimentos. Mas então, quando se (re)encontram, esse muro vem ao chão em segundos e eles percebem a necessidade que sentem um do outro.desejo proibido sophir jackson arqueiro romance erotico

Achei muito interessante e original o cenário inicial explorado pela autora, que conseguiu fugir um pouco dos esteriótipos da mocinha frágil e do super executivo. Se bem que Carter não é um presidiário pé-de-chinelo e muito menos um criminoso. Ao longo do livro ficamos sabendo de detalhes da sua prisão e tudo faz sentido. Afinal, não seria nada legal se a autora “glamourizasse” um bandido mequetrefe, né?! Já me basta as doidas por aí que vão nos presídios arrumar marido bandido…

Mas enfim…

A escrita da autora é super envolvente e ela tem um grande talento para prender a atenção do leitor como uma boa dose de romance e de erotismo, além de uma pitada de drama familiar e até mesmo um pouco de tensão policial!

E voltando ao começo dessa resenha, “Desejo Proibido” é um belo exemplo de história que consegue trazer os elementos eróticos e cenas mais picantes, sem, contudo, torná-los o foco da narrativa. Essa é simplesmente uma história de amor dos tempos modernos, em que as relações sexuais são parte natural do relacionamento de um casal.

“Desejo Proibido” é o primeiro livro de uma trilogia de mesmo nome. Enquanto o segundo livro não é lançado aqui no Brasil, a Editora Arqueiro disponibilizou gratuitamente um conto da série chamado “Eternamente Você”, que pode ser baixado no Site da Editora ou nas lojas que comercializam ebooks, como a Livraria Cultura e a Amazon.

Arqueiro

12 comentários sobre “Sophie Jackson – Desejo Proibido

  1. Leticia Ramos de Mello Oliveira

    Olá, Camila!

    Acabei de baixar o conto no meu Kindle que tinha ganho numa promoção no Instagram do Maurício Gomyde (originalmente o premio era para ser o Kobo, mas ele me sugeriu a troca e topei) e já penso em ler ele logo, mesmo sabendo já o fim de Desejo Proibido por causa disso. Mas, e daí? Já tenho tendências a lidar com spoilers dignas de River Song!
    O que é interessante sobre o livro é que tratou do tema do preconceito que ocorre em relação a ex-presidiários que ocorre tanto aqui quanto nos EUA e que é demonstrado pela família da Kat. E isso abre uma discussão tão boa quanto a sobre sexualidade que foi aberta em Cinquenta tons de cinza. Sei que há criminosos que nunca vão poder se recuperar, como os seriais killers e psicopatas, mas a grande maioria cometeu somente crimes leves e merece um chance se se recuperar e não de recair no crime, como ocorre em muitas prisões com condições precárias por aí.
    E isso só foi possível ao equilibrar o romance erótico com uma boa trama.

    Um abraço!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Nossa, Lê.
      Que sorte ganhar um Kindle assim…
      Sobre saber o final do livro, não tem problema… Na verdade, essas histórias normalmente sempre terminam com um final feliz, então a graça da história é saber como o romance acontece e não como ele termina!! kkkkk Terminei de ler o conto já e logo falo sobre ele por aqui!
      Beijos

  2. Alessandra Santos

    Adorei sua resenha.Esse livro estava na minha lista de leitura futura (um futuro distante diga-se de passagem),mas depois dessa resenha,ele vai subir na lista.

  3. chefa

    hahahahaha, arrumar namorado bandido é tenso! E do jeito que o povo é…kkk
    Já reparou que as histórias calientes sempre começam com um não gostando do outro?? rsrsrs

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Pois é, Vi…
      Sempre tem esse lance de te odeio porque te amo!! rs…
      Nessa história o cara nem é bandido, mas é preso para livrar a barra de um amigo. Aqui no Brasil tem um monte de maluca que vai arrumar marido em presídio, né?! rs…
      beijos

  4. Fabrica Dos Convites

    Oi Camis, concordo contigo quando diz que este é um bom exemplo onde o enredo não se baseia apenas nas cenas sexo. Gostei muito do livro e dos personagens, ainda mais por ver que a mocinha não é mimizenta.
    Também acho o fim da picada as mulheres irem achar maridos bandidos nos presídios. Depois reclamam quando a coisa aperta.
    Bjs, Rose.

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Rose.
      Eu tenho curtido muito mais esse tipo de romance do que os que abordam temas BDSM.
      Acho que pode ser uma fase, mas é bem interessante ver que os autores estão trabalhando melhor com isso!
      Quero só ver o que vai acontecer na continuação! kkk
      Beijos

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!

%d blogueiros gostam disto: