Leitora Compulsiva

O Regresso, de Michael Punke

o regresso michael punke intrinseca

 

o regresso michael punke intrinsecaTítulo: O Regresso

Autor(a): Michael Punke

Editora: Intrínseca

Ano: 2016

Páginas: 272

Tradução: Maria Carmelita Dias

Site Oficial: http://www.intrinseca.com.br/oregresso/

Sinopse: AQUI 

Download do 1º Capítulo: AQUI

Onde Comprar o livro: Amazon, Livraria Cultura, Saraiva, Fnac, Submarino, Buscapé

Onde Comprar o E-Book: Amazon (Kindle), Livraria Cultura, Saraiva

***

Sejam bem vindos à Semana Especial ‘O Regresso’! rs…

Hoje é segunda-feira e um dia completamente atípico! Em primeiro lugar, é dia 29 de fevereiro, coisa que só acontece a cada 4 anos!! E em segundo lugar porque hoje é o dia seguinte da tão famosa premiação do Oscar e finalmente o Leonardo DiCaprio ganhou a tão cobiçada estatueta por sua atuação no filme “O Regresso”, filme esse que ainda levou os prêmios de ‘Fotografia’ e ‘Melhor Diretor’.

Tá… Confesso que sou uma pessoa bem desinformada no que diz respeito a filmes. Não que eu não goste ou não vá no cinema, não é isso… É que simplesmente sou incapaz de reter informações sobre atores, atrizes, diretores… Normalmente sou do tipo que sempre gosta do filme que todo mundo achou fraquinho e que não vê a menor graça nos filmes mais premiados… KKKK!

Posso não entender nada de filmes, mas entendo de livros!!! rs… Se não fui ainda ao cinema assistir o tão falado e premiado “O Regresso”, pelo menos li o livro escrito em 2002 por Michael Punke, que narra uma das mais conhecidas histórias de sobrevivência que se tem notícia na História Norte-Americana, protagonizada pelo aventureiro Hugh Glass. O livro serviu como base para o roteiro do filme, mas no fundo, tanto um quanto outro são inspirados na vida real desse caçador de peles.

o regresso michael punke intrinseca

“O Regresso” nos traz um misto de realidade e ficção ao narra o episódio mais marcante da vida de Hugh Glass, um homem que nasceu destinado à aventura e à tragédia!!

O livro começa em 1823, justamente com um dos momentos mais difíceis da vida de Hugh Glass: quando ele é abandonado por dois de seus companheiros após ser gravemente ferido. Além deixá-lo para morrer, os dois ainda roubam seus únicos pertences: uma pederneira e um pedaço de aço para fazer fogo, sua machadinha, sua faca, seu rifle e seu polvirinho (frasco de pólvora), ou seja, tudo aquilo que poderia lhe garantir o mínimo de condições de sobrevivência!

Mas então voltamos ao começo de tudo e toda a narrativa que vem a seguir nos leva a entender como Hugh Glass chegou ao ponto em que a morte era seu destino mais provável!!

Desde criança Hugh Glass sempre se mostrou interessado em aventuras e ainda na tenra idade saiu de sua casa na Filadélfia para se tornar marinheiro. Após anos de serviço e ao receber a notícia da morte do pai, Hugh acaba refém do famoso pirata Jean Lafitte e fica um bom tempo preso. Quando finalmente a chance aparece, Hugh Glass finalmente escapa e descobre que sua mãe e sua noiva também morreram.

Sem muita perspectiva, Hugh decide responder a um anúncio de William H. Ashley e se torna membro da Companhia de Peles Montanhas Rochosas. Seu grupo, liderado por Andrew Henry, parte para as terras inóspitas do oeste americano. O caminho a ser percorrido é território de “peles vermelhas”, que não estão nada felizes com o avanço do “homem branco”.

Sempre acompanhado de seu rifle Anstadt, Hugh Glass se torna um caçador precioso para o grupo e fica responsável por conseguir comida para todos. Hugh Glass é um caçador experiente, mas acaba se deparando com um enorme urso cinzento, que o ataca e o deixa extremamente ferido! Quando seu grupo o encontra, não há esperança de que ele possa sobreviver, mas Henry se recusa a deixá-lo para trás. Enquanto Hugh Glass não morrer e não tiver um enterro decente, o grupo de Henry deverá carregá-lo.

o regresso michael punke intrinsecaCarregar um homem moribundo pelas trilhas árduas no meio da mata não é nada fácil e o grupo acaba se atrasando demais. Henry então pede por dois voluntários que possam ficar ao lado de Hugh Glass até a sua morte e dar a ele um enterro adequado, para só então seguirem e encontrarem o restante do grupo. Os voluntários são Fitzgerald e o jovem Bridger, os dois companheiros de Glass que o abandonam no meio do mato, mas não antes de roubarem seus poucos pertences e seu tão caro rifle Anstadt.

Mas Hugh Glass é um ‘highlander’ e ele simplesmente se recusa a morrer. E sabem de onde ele tira forças para sobreviver? Da raiva e do desejo de vingança que nutre por Fitzgerald e Bridger!!

E se acham que eu contei demais sobre a história, fiquem sabendo que esse é só o básico… O foco de toda essa trama é o desejo de vingança de Hugh Glass e a capacidade inigualável que ele tem de sobreviver a todos os obstáculos mortais que aparecem à sua frente… E falando em obstáculos mortais, depois de ler esse livro, tenho a impressão que Hugh Glass é o personagem mais azarado da história americana. Caramba!! As coisas dão muito errado para ele o tempo inteiro e todos à sua volta sofrem com as desgraças que o acompanham.

Apesar do livro não ser tão grande, a história é intensa e do tipo que prende o leitor, nem que seja pela curiosidade mórbida!! rs… Durante toda a leitura eu ficava imaginando como é que tanta desgraça podia acontecer com uma única pessoa. Será que ele conseguiria sobreviver a tanta coisa e ainda ter sua vingança?!

Gostei do livro? Sim! Gostei do final?! Não. Sinto muito, mas não gostei… Mas entendo perfeitamente que não poderia ser diferente porque o livro é baseado em uma história real, em pessoas reais e em destinos reais. Então, no final das contas, o autor do livro acabou sendo limitado pela verdade dos fatos. Por mais que ele tenha tido liberdade para preencher as lacunas com ficção, não poderia alterar o final da jornada de Hugh Glass!

E depois dessa leitura, só me resta ir ao cinema para assistir ‘O Regresso’! rs… Alguém já viu??

o regresso michael punke intrinseca width=

22 comentários sobre “O Regresso, de Michael Punke

  1. Karina Carvalho

    Não estou só nessa vida rsrsrsrsrrs , eu não gostei do filme (pelo menos não ao ponto do estardalhaço que ele tem feito ) , fiquei com preguiça do livro ! Mas pelo menos Leo enfim desencantou ! Acho até que ouvi fogos de artificio no Oscar goes to Di Caprio hahahah …continuo fã de o quarto de jack adptação do livro Room ( e apaixonada por Jacbo …criança mais fofa da HISTORIA do oscar )

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Ká.
      Eu ainda estou em dúvida se vou ou não ao cinema ver esse filme.
      Acho que depois de ler o livro, já sei o suficiente sobre o Hugh Glass… Ainda não me decidi mesmo!
      Mas foi ótimo ver o DiCaprio ganhar o Oscar!
      Não sei também se quero ver a adaptação de Room. Esse foi um livro que mexeu muito comigo e não estou muito na vibe de reviver essas emoções!
      beijos

  2. Gláuce Volpi

    Oi!!!
    Aeee… Alguém como eu que não retem informações sobre atores, diretores… Lembro da história do filme, dos personagem, mas dos nomes dos atores, não lembro… Não assisti ao filme, a história não me chamou a atenção, não sou louca pelo Leonardo DiCaprio a ponto de assistir ao filme só porque foi ele que estrelou, e confesso que eu achei o filme com cara de filme Corujão, um filme que daqui a um tempo vai estar passando depois das series na globo (pode ser preconceito, mas tive essa impressão, quando vi o trailer). Assisti alguns dos ganhadores do Oscar, e eu gostei do Spotlight (ganhou como melhor filme), mesmo o povo falando que esperava mais, que era fraquinho. Eu gostei. 🙂

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Gláuce.
      Sou do tipo que começa a ver um filme e fica relacionando os atores com outros trabalhos deles, simplesmente porque não sei seus nomes!
      Não esqueço do dia que meu marido caiu na risada… A gente tava vendo Star Trek e falei: Esse cara aí então é o filho do Thor com a Cameron do House?! E o Sherlock Holmes é quem mesmo?! kkkkkk Sou dessas!!!!
      O único filme que eu vi do Oscar foi o Mad Max e só porque sou velha o suficiente para lembrar dos filmes originais com o Mel Gibson!! kkkkkk
      Os outros vou ver quando chegar na TV a cabo!! kkk
      beijos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Lê.
      Eu também não sou chegada em livros baseados em fatos reais porque eles sempre me afetam mais do que os outros!!
      Só li esse porque não sabia que o Hugh Glass tinha existido! Só descobri no final do livro! kkkk
      beijos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Anna.
      O livro é bem rápido de ler, se você tiver paciência. Isso porque algumas partes são um tanto quanto morosas…
      Beijos

  3. Leticia Ramos de Mello Oliveira

    Olá, Camila!

    A Intrínseca já está merecendo o titulo de editora pé quente para os atores que concorrem ao Oscar! Ano passado, mesmo que o livro A Teoria de Tudo tenha sido publicado pela Única, a Intrínseca já estava publicando livros sobre Stephen Hawking e, de alguma forma deu sorte ao Eddie.
    Agora vem O Regresso e o Leo ganhou o Oscar finalmente!
    Ou seja, você quer ganhar o Oscar? Busque um filme baseado num livro da Intrínseca!
    Sobre o livro, é uma lição de sobrevivência, não como aqueles programas na TV sobre o tema, mas sim em como o ser humano pode lidar com tanto azar e tragédia e mesmo assim lutar. Na história, o move o Hugh é a vingança pelos companheiros que o abandonaram, mas na nossa vida há outros motivos, bem mais nobres, que também nos movem em momentos de luta pela sobrevivência.
    Ah, só uma coisa, você escreveu essa introdução a 1h da madrugada, ou como um bom indicado a um premio, você já preparou o discurso na tarde de domingo tanto para o caso do Leo DiCaprio ganhar ou não? Só para saber.

    Um abraço!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Lê.
      Acho que a Intrínseca é pé quente mesmo!!
      Se bem que a música do 50 Tons de Cinza não ganhou, kkkkkk
      kkkk Eu escrevi o texto inteiro antes e fiz duas introduções, uma comemorando e outra lamentando!! rs… Mas fiquei assistindo o Oscar e quando o Leonardo DiCaprio ganhou, editei a introdução e deixei só a comemoração! kkkk
      Beijos

  4. Carolina

    Oi Camila, tudo bem?
    Tenho lido resenhas positivas sobre o livro, mas até o momento ele não se tornou uma prioridade de leitura. Não sei explicar o motivo, mas tem algo nele que não me agrada rs.
    Bjkas

  5. viajenaleitura

    Oi Camis,

    Sou super desligada em filmes também, vejo somente os que com insistência são me informados por cartazes, comentários e quando são adaptações de livros, mas são tantas decepções que sempre fico com um pé atrás.

    O Regresso está sendo muitooo comentado, mas receio, assim como você, não gostar do final, como ele meio que é baseado em fatos reais, a tendência é a triste realidade.

    Beijosss!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Thaís.
      Acho que depois de ler o livro e ver os comentários de vocês por aqui, nem vou perder meu tempo com esse filme.
      Pelo menos serviu pro DiCaprio levar a estatueta!
      kkk
      beijos

  6. Milena Cherubim

    Olha Camis, eu não assisti ao filme ainda. mas acho que será melhor aproveitado se eu ler o livro antes, neste caso. Mesmo sendo duas mídias diferentes, eu acho que minha imaginação enquanto eu leio é melhor que a visão de alguns diretores rsrs

    Beijinhos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Mi.
      Depois dos comentários que li por aí, acho que o filme e o livro são bem diferentes!
      Mas se quiser ler, posso te emprestar o meu livro! rs…
      beijos

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!

%d blogueiros gostam disto: