Leitora Compulsiva

Neil Gaiman – Sandman: Edição Definitiva, Volume 1 (2ª Parte)

Olá. Conforme prometido e levando em consideração que já ganhei o tão desejado Volume 2 (que, aliás, já estou devorando – rs), vamos a Terra dos Sonhos, última saga de Sandman – Edição Definitiva, Volume 1.

Inicialmente alerto que Terra dos Sonhos não é bem uma saga, visto ser composta por cinco histórias independentes. Então, tratemos logo delas!

A primeira trata de Calíope, filha de Zeus, musa da poesia, aprisionada por Eramus Fry, um mortal ambicioso que, em razão de mantê-la cativa, alcançou enorme sucesso como escritor. Ocorre que passados quase sessenta anos de abusos, este mortal considera não precisar mais da musa e a negocia com Richard Madoc, um escritor que, após lançar um best seller, simplesmente não consegue mais escrever, não tem inspiração alguma.

Madoc mantém Calíope presa, pois acredita que assim alcançará novamente o sucesso editorial. Em razão disso, a musa é tratada como escrava, submetida a toda sorte de abuso, inclusive sexual. Mas no momento em que seu sofrimento parece não ter fim, Calíope pede a Sonho que a ajude, e aí a história toda se desenvolve mostrando o “lado humano” do Terceiro Irmão dos Perpétuos, além de uma revelação bombástica acerca do passado dos dois! Revelação esta que será melhor apresentada nas próximas sagas –  e que, portanto, eu não posso contar, apesar de acreditar que vocês estão morrendo de curiosidade (rsrsrs)!!!

A segunda história, Um Sonho de Mil Gatos, é, talvez, a mais curiosa do universo de Sandman. Nela, uma gatinha (calma, calma! É uma gata mesmo, um felino! rsrsrs) relata a outros gatos que certa vez foi ao encontro do Gato dos Sonhos e viu, em seus olhos, um tempo longínquo em que os gatos eram grandes, fortes e dominavam o Mundo, enquanto os seres humanos eram pequeninos e serviam aos gatos (serviam inclusive como comida), bem como os fatos que levaram à inversão da situação, o que é mais interessante! Esta é, realmente, uma história diferente, que aborda uma “realidade paralela”, mas, principalmente, revela que os domínios dos Perpétuos se estendem a todos, não só a nós, seres humanos!

Terra dos Sonhos também traz duas histórias que se passam no último milênio. Na primeira, chamada Homens de Boa Fortuna – importante dizer que fortuna, aqui, não representa acúmulo de riqueza material, de dinheiro, mas sim uma espécie de boa sorte, de sucesso predestinado –, Sonho, tentando entender melhor os seres humanos, entra numa taverna inglesa, no ano de 1399, e encontra Robert Gadiling, um homem que diz que não deseja morrer. Diante disso, Sonho faz um pacto com esse homem de que a cada cem anos, nesse mesmo dia, eles irão se encontrar para que Robert diga como é não morrer! Lógico que a irmã mais velha de Sonho, a Morte, concordou com tudo!

O interessante é verificar como os acontecimentos históricos ocorridos na Inglaterra são mencionados e como os desenhos da HQ refletem as mudanças, inclusive na indumentária! Ah, não posso deixar de mencionar que num desses encontros Sonho conhece William Shakespeare, que, aliás, é a personagem da próxima história.

Bom, Sonho e Shakespeare se conhecem quando este ainda é um ator sem sucesso, que busca inspiração para escrever suas peças. Mas após conhecer Sonho tudo muda, e num determinado dia Shakespeare e sua trupe encenam, pela primeira vez, Sonho de Uma Noite de Verão – que é inclusive o título desta história – para uma platéia inusitada, formada por Sonho e os habitantes de Arcádia: fadas, elfos, duendes, entre outros seres mitológicos!

Esta saga, como a anterior, termina com uma história da Morte. Em Fachada, vemos Urânia Blackwell, a Element Girl, uma das personagens da DC que se aposentou e não exerce mais as atividades de espiã e super-heroína, e agora leva uma vida solitária que caminha a passos largos para uma espiral depressiva, melancólica e suicida, especialmente em virtude da sua aparência.

E mais uma vez a Morte não surge como uma personagem tétrica, fúnebre, mas atenciosa, preocupada com o bem estar daqueles que ela irá levar ao seus domínios. Pode-se dizer, inclusive, que a Morte desponta como uma figura libertadora, pois nos liberta das amarras dessa existência!

Os enredos de Neil Gaiman são, sem sombra de dúvidas, inigualáveis, e a saga Terra dos Sonhos sela, com chave de ouro, o Volume 1 de Sandman –  Edição Definitiva!!!

Denis

27 comentários sobre “Neil Gaiman – Sandman: Edição Definitiva, Volume 1 (2ª Parte)

  1. Pedro

    Aêeeee, primeirão aqui óh!
    Véio, tava esperando essa segunda parte. Já comecei a ler mas ainda tô na primeira. Eu demoro bastante para ler porque fico viajando nos desenhos e tem uns que são lokos. Mostrei uns desenhos irados para a minha mina mas ela falou que era tudo nojento e não quis papo comigo. Por isso ela lê os livros dela e eu os meus.
    Eu vi que o volume dois ia ser lançado. Que sorte que você já ganhou o seu. Eu ainda tô naquela de tentar convencer alguém a me dar a parada, mas é encrenca. Deixa eu terminar o volume um que vou queimar a paciência deles e ninguém me segura.
    Falow!

    1. Denis

      Fala aí, Pedrão Primeirão (rs), como estão as coisas?
      Poxa, que legal! Vc conseguiu ganhar o tão sonhado Volume 1! Que beleza!!!
      Não leia com pressa. Uma das coisas mais legais nos quadrinhos é “viajar” nos desenhos!
      Hahaha!!! Eu e a Camila também temos um “acordo” parecido com o seu: ela lê os livros dela e eu leio os meus livros e quadrinhos! Se sua namorada achou que estes desenhos já são nojentos, quando ela vir os do Volume 2 vai surtar (rsrsrs)! O negócio tá mais “trash” ainda!!! rsrsrs
      O Volume 2 foi um dos presentes de aniversário que a Camila me deu!
      E não desista: termine de ler o Volume 1 e “encha o saco da galera” (rs) para te dar o Volume 2!
      Abraços

      1. Pedro

        Isso aí! Anda bem que a gente não é colado com nossas mulheres. A minha mina gosta desse lance de carinha com poderes, tipo vampiro, lobisomen e anjo. Eu até gosto, mas só quando rola um sangue e talz, entende? Não quando eles são uns frouxos. Véio, sério que os desenhos do segundo volume são mais animais? Loko! Que sorte que tua mina te dá tanto presente. Ela que te deu o primeiro também, não foi? Ser moleque é uma droga nessas horas. Mas valeu!

        1. Denis

          Ainda bem mesmo que não somos colados nas nossas mulheres! O negócio é esse mesmo: cada um na sua! Até para termos o que conversar, não é mesmo???
          A Camila também gosta desses livros de personagens sobrenaturais, especialmente vampiros…
          Mas eu, como vc, tenho que os personagem das publicações atuais são uns frouxos mesmo! Especialmente aqueles que brilham!!! rsrsrs *Cuidado agora Pedrão, pois depois dessa frase uma legião de mulheres lançará uma maldição sobre nós – rsrsrs!!!*
          Fala sério: vampiro bom mesmo é o Drácula, de Bram Stoker!
          No segundo volume tem uns desenhos muito “sinistros” (rs)! A coisa vai ficando cada vez mais tensa!!!
          Cada dia tenho mais certeza que sou um cara abençoado por ter a Camila ao meu lado! Ah, e foi ela sim que me deu os dois volumes.
          Agora, quanto a esse lance de “ser moleque”, faz parte da vida. Eu já fui “durango pra burro” (rs), mas com o tempo as coisas se ajeitam. E quer saber? Foi melhor assim, pois valorizo muito mais o que ganho, consigo e tenho hoje!!!
          É isso aí! Até a próxima!

  2. Marina Faeda

    Olha, tem razão, eu fiquei curiosa com o final da história do Terceiro Irmão dos Perpétuos… se eu já não tivesse tantos livros na minha wish-list compraria esses HQs sem nem piscar!
    Mas não desanimo! Eu li Stardust dele e adorei, então vou, futuramente, comprar os outros livros!
    Beijos Camis!
    Abraços Denis!
    Ótima resenha, de novo! Meu Deus, vocês foram feitos um para o outro^^

      1. Denis

        Marina, não custa nada incluir Sandman na sua “wish list”. Faça isso! As histórias são simplesmente geniais!!!
        Obrigado pelo elogio! Fico feliz que tenha gostado da resenha!
        Ah, realmente eu sou abençoado por ter a Camila ao meu lado!!!
        Beijos

    1. Camila

      Oi Alê,
      Também não li nada dele… Ainda!! Meu namorado fofo já me deu dois livros dele de presente, já que prefiro os textos aos quadrinhos!
      Mas vejo a empolgação dele com o Sandman e decidi que vou ler!!
      Beijos

      1. Denis

        Alexandra, Sandman é uma ótima pedida para começar a ler Neil Gaiman.
        Até porque foi o trabalho que o levou ao “hall da fama”!!!
        Beijos

  3. Karlinha

    Oláaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, ok, ok, eu já sei que a Camila está pensando essa guria nem veio me visitar – dona Karlinha- sua feiosa! É, eu sei que estou muito atrasada nos comentários do post’s mas acreditem é por um bom motivo, tenho estudado muitooooooooooooooooooooo, trabalhado muitoooooooooooooooooooooooo mesmo de verdade e também visto muitos doramas admito. kkkkk

    A questão é : Oi Denis? Tudo legal com você? Já percebeu que sempre que você posta eu estou aqui com um comentário BIG sem cíumes viu dona Camila. Hummmmm kkkk que eu amo suas resenhas também.

    Denis, nunca ouvi falar dessa coleção de histórias sério mesmo, e tenho que dizer para você que fiquei com muitooooooooooo medo dessa capa, porém, despois de uma descrição dessas fica até díficil não ler esse livro sério. Falando em ler, você bem que poderia pedir para a dona Camila ler essa coleção também né? Mas, é sério, acho que se o livro possívelmente tivesse uma capa diferente acho que várias pessoas iriam comprar para lê-lo vocês não acham?
    o.O ou sou eu que sou estranha?

    Denis, continue escrevendo para nós leitores do seu blog – viu Camila?- já falo que é dele. kkkkk

    E pode deixar que agora estou voltando com tudo.

    1. Denis

      Oi Karlinha.
      Tudo ótimo comigo! E vc, como está?
      É normal você não conhecer Sandman. Até porque a HQ parou de ser editada há cerca de 15 anos.
      Se a capa (na verdade, essa imagem é da contracapa; a capa foi exibida na resenha anterior) já te deu medo, imagina quando vc ler as histórias… Vai tremer muito!!! rsrsrs
      Continuarei escrevendo aqui no blog da Camila! Mensalmente!Não tenho pretensão, nem capacidade de criar um blog! Quanto mais de literatura!!! Minha participação como colunista já está de ótimo tamanho (e dá um trabalhão danado -rsrs), não acha???
      Beijos

  4. Marcos

    Mais uma vez minha esposa veio me alertar sobre sua resenha e não pude deixar de comentar. Como tu és sortudo por já ter o segundo volume. Aqui só chegará no final do mês e isso porque minha esposa fez encomenda. Enquanto isso ficarei no aguardo de tuas resenhas sobre as novas histórias.

  5. Denis

    Ô Marcos, bacana vc comentar de novo!
    O Volume 2 mal chegou e já li mais duas sagas: Estação das Brumas e Espelhos Distantes!!!
    Nesse ritmo, até amanhã termino! rsrsrs
    Tomara que seu exemplar chegue o quanto antes! A qualidade está ótima, como no primeiro, e ainda tem material extra!!!
    Ah, mês que vem falarei de outro tipo de HQ. Até para não ser acusado de só saber escrever sobre Sandman… rsrsrs. Mesmo assim, dê uma olhada, ok???
    Valeu!
    Um forte abraço!

  6. William

    E aí Dênis, tudo bem?
    Fui de primeiro á último, mas vamos lá…
    Aind anão li Sadman, e preciso muito ler!!!! Mas, o que é Terra dos Sonhos hen? Que viagem, mas é muito legal ao mesmo tempo. Os desenhos são perfeitos.
    Acho que o Neil Gaiman é um cara SENSACIONAL, ele consegue ecrever coisas que só ele poderia escrever! hehehe
    Já vi um filme dele, acho que é “Stardust – O Mistério da Esrela” e não pude deixar de babar com o roteiro escrito por ele (acho que tem um livro também!). hahaha Mas chega de falar..

    Abraços,
    Will

    1. Denis

      E aí Will?
      O que importa é que vc comentou, não interessa a ordem!
      Já te falei que vc tá “vacilando” em não ler Sandman! Realmente os roteiros do Neil Gaiman são “uma viagem atrás da outra”, e acho que é isso que faz eles serem tão especiais, únicos!
      Will, “Stardust” é o primeiro livro (propriamente dito) de Neil Gaiman e o filme é baseado nele. Não li o livro e não vi o filme ainda, mas vou remediar isso o quanto antes… rsrsrs.
      Abs.

  7. Carlos Henrique

    Comprei essa coleção quando fiz uma viagem para os States no final do ano passado e pesou um monte na minha mala. Pouco tempo depois fui na livraria e encontrei o primeiro volume em português. Fiquei pau da vida porque não leio tão bem em inglês e gastei uma grana. Fazer o que? Agora estou juntando dinheiro para comprar os livros em português tudo de novo.
    Gostei da resenha, parabéns.

    1. Denis

      Oi Carlos.
      Mesmo vc não lendo tão bem em inglês, as edições norte-americanas são muito interessantes, com caixa, capa de couro etc.
      De qualquer maneira, também há a vantagem de não ter que esperar pelo lançamento dos outros volumes, não é???
      Tá vendo? A coisa não é tão ruim assim. Como diria o poeta, “Tudo tem dois lados. A vida é uma faca de dois legumes”!!! rsrsrs
      Valeu pelo comentário.
      Abraços.

  8. Paulinha

    Quero comprar esse livro de presente para meu namorado só que não acho aqui onde moro. Sabem onde eu posso encontrar?
    Obrigada! Adoro o blog!
    Beijinhos da Paulinha

    1. Camila

      Oi Paulinha,
      Você pode encontrar essa edição nos sites que vendem livros, como o Submarino, a Saraiva, a Livraria Cultura e o Fnac!
      Faça uma boa pesquisa de preço e vejo se algum deles oferece frete grátis.
      Beijos

      1. Denis

        Vivi, acha que eu faria uma coisa dessas??? Lógico que não!!!
        Prezo muito minha incolumidade física… rsrsrs
        Os roteiros do Neil Gaiman são demais, realmente!!!
        Na minha concepção, ele e o Alan Moore (autor de Watchmen, V de Vingança etc.) são “Os Caras”!!! rsrsrs
        Beijos

        1. Vivianne Fair

          HAHAHAHA…ri dos dois comentários agora!! Isso mesmo, Camis, dá mole não!! heuhee
          Hahaha, imagino os sopapos mal-entendidos na cabeça do denis agora..rsrs! Nossa, verdade! Só que não vi nem V de vingança nem Watchmen! Que crime, né? Beijos!!

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!

%d blogueiros gostam disto: