Leitora Compulsiva

Markus Zusak – A Menina Que Roubava Livros (Livro + Filme)

A_MENINA_QUE_ROUBAVA_LIVROS_1337397199PTítulo: A Menina Que Roubava Livros

Autor(a): Markus Zusak

Editora: Intrínseca

Ano: 2007

Páginas: 496

Tradução: Vera Ribeiro

Sinopse no Skoob

***

Quem acompanha as redes sociais do blog já deve ter se acostumado a ver que eu sempre posto fotos dos livros que começo a ler e por isso pode parecer estranho que a foto desse livro não apareceu no Instagram ou no Facebook do Leitora Compulsiva. Isso porque essa não é uma leitura recente. Eu li esse livro no ano de 2008, bem antes de criar o blog e por isso ainda não tinha uma resenha dele por aqui.

Normalmente não costumo fazer resenhas de livros há muito lidos, mas resolvi abrir uma exceção para esse livro porque agora no finalzinho do mês teremos a estréia do filme baseado nessa história e muitos podem estar interessados em ler o livro antes de ver o filme. Além disso, nessa última terça-feira, tive a honra de assistir o filme na pré-estréia promovida pela Editora Intrínseca e gostaria de falar um pouco do filme para vocês!

Mas vamos começar com o livro…

“A Menina Que Roubava Livros” é o quinto livro do autor australiano Markus Zusak e o primeiro que foi publicado aqui no Brasil. Ao longo dos últimos anos e devido ao sucesso desse livro, os outros livros do autor foram publicados aqui no Brasil: O Azarão (Bertrand Brasil), Bons de Briga (Bertrand Brasil), A Garota Que Eu Quero (Intrínseca) e O Mensageiro (Intrínseca). Filho de um austríaco e de uma alemã, Markus Zusak Markus cresceu ouvindo histórias a respeito da Alemanha Nazista, sobre o bombardeio de Munique e sobre judeus marchando pela pequena cidade alemã de sua mãe e foi assim que decidiu escrever sobre o assunto.

Logo de início percebemos que esse não é um livro comum, pois ele tem como narradora ninguém menos que “A Morte” e ela nos conta sobre, entre outras coisas: “uma menina, algumas palavras, um acordeonista, uns alemães fanáticos, um lutador judeu e uma porção de roubos.” A Morte encontrou com a menina que roubava livros por três vezes e resolveu contar a história da garota!

A tudo começa quando o irmão de Liesel Meminger – Werner – não resiste e morre durante a viagem de trem que estão fazendo em direção à Munique. Sem ter como levar o corpo do menino, a mãe decide enterrá-lo em uma cidade sem nome, ao longo da via férrea. Apenas Liesel chega à cidade de Molching, onde passará a viver com uma família de criação, numa casa simples da Rua Himmel (Céu ou Paraíso). Seus novos pais agora são Rosa e Hans Hubermann. E logo que chega à nova casa descobrimos o primeiro furto da garota… Junto com seus pertences há um livro chamado “O Manual do Coveiro”.

No início sua convivência na nova casa é complicada, mas logo ela se afeiçoa por Hans e faz amizade com um garoto morador da casa vizinha chamado Rudy Steiner. Liesel aos poucos aprende a ler e escrever com a ajuda de Hans e suas aulas no porão da casa e a vida vai seguindo seu curso, da melhor forma que poderia ser em uma Alemanha Nazista. E quando tudo parece que vai se ajeitar, Max aparece na porta da família Hubermann pedindo abrigo. E o que isso tem demais?! Bom, o problema é que Max é um judeu fugindo da perseguição nazista e esconder um judeu no porão coloca toda a família em risco.

Ao mesmo tempo, Liesel passa a desenvolver uma relação ainda maior com os livros, roubando-os ou simplesmente aproveitando a oportunidade de frequentar a biblioteca de Ilsa Hermann, a esposa do prefeito. As palavras encantam Liesel e sempre que pode divide suas histórias com Max, a quem aprendeu a amar como um irmão mais velho.

Bom, eu poderia contar muita coisa sobre essa história porque esse é um dos meus livros prediletos, mas prefiro que vocês fiquem só com essa introdução. E se ficaram curiosos, dêem uma chance ao livro porque ele é simplesmente lindo! Eu sempre tive um fascínio muito grande por histórias do nazismo e uma coisa que sempre me intrigou foi saber como a população alemã pôde fechar os olhos para a falta de humanidade de Hitler. E acho que esse livro explica muito disso e a resposta é que nem todos os alemães fecharam os olhos. Cada vez mais a História nos mostra que muitos judeus foram salvos do holocaustos graças a pessoas como as da família Hubermann, que arriscaram as suas vidas e ajudaram os judeus a fugir. 

A história desse livro é simplesmente comovente e vale a pena ser lida por todo mundo!!

image002E como eu disse no começo desse post, o livro acaba de ganhar uma adaptação para o cinema e a estréia está prevista para o dia 31 de janeiro. Tive a oportunidade de ver o filme na pré-estréia promovida pela Intrínseca e só posso dizer que essa é uma das melhores adaptações que já assisti. O filme ficou simplesmente perfeito. A atuação de todos está impecável, o cenário é incrível e todos os principais acontecimentos do livro foram retratados. A atriz que interpreta a Liesel é uma graça e muito talentosa. 

E uma das coisas que eu mais amei no filme é que eles fizeram questão de preservar a cultura alemã. É claro que os diálogos são em inglês, mas muitas expressões foram mantidas em alemão para dar mais sentido a tudo. E o mais importante é que a essência do livro foi preservada. Estava morrendo de medo de que esse filme acabasse sendo tendencioso, mostrando os alemães como monstros desalmados e fiquei muito feliz de ver que isso não aconteceu!!

Se vocês já leram o livro: corram para o cinema. Se ainda não leram, mas querem ler: aproveitem que ainda dá tempo. E se não leram o livro e nem pretendem ler: corram para o cinema mesmo assim porque o filme vale muito a pena!!

Instrínseca - Rosa

22 comentários sobre “Markus Zusak – A Menina Que Roubava Livros (Livro + Filme)

  1. Oliveira

    Agora você me deixou feliz ao falar que o filme ficou perfeito e é uma das melhores adaptações que você já assistiu!
    Não esperava muito desse filme, pois adaptações, na maioria das vezes não são boas.

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Oliveira.
      O filme traz tudo o que de mais importante acontece no livro.
      Valeu a pena e ficou muito emocionante!
      beijos

  2. Beatriz Araujo

    Eu já estou pra ler o livro já faz um tempo, mas quero muito pelo menos ver o filme, já vi se vou com minhas amigas 😀
    Eu também acho super interessante a época da segunda guerra mundial e o nazismo, eu odeio, mas acho super interessante.

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Bia.
      Se não tiver a oportunidade de ler o livro, vá pelo menos ao cinema.
      A história é linda e muito emocionante!
      Beijos

  3. Raysa

    Faz algum tempo que sempre escuto minhas amigas comentando sobre esse livro, ainda não li, mas esse vai para minha lista de desejos literários. Também estou super ansiosa para assistir o filme. Lindo blog. parabéns!

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Raysa.
      O livro é muito lindo, mas é difícil de ler. Principalmente no começo.
      Se sentir dificuldade, não desanime e insista na leitura. Não vai se arrepender!
      Beijos

  4. Carla Cristiane

    Tentei ler o livro, mas não gostei muito, na verdade mal passei das primeiras páginas. Faz um bom tempo e estou pensando em assistir o filme, e se gostar e se prender a atenção volto a tentar ler.

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Carla.
      É uma pena que não tenha gostado do livro.
      O início dele é um pouco difícil, mas depois as coisas melhoram.
      Tenta pelo menos ver o filme!
      Beijos

  5. Danielle Souza

    Oi Camila,
    Esse livro me desperta curiosidade e ao mesmo tempo fico com um pé atrás. Vejo elogios e críticas com a mesma proporção, ele está na lista, mas acabo deixando outros passarem na frente. XD
    Mas ter A morte como narradora deve ser legal, além de diferente. A garota vai sofrer um bocado, né?
    Eu gostei da capa com foto do filme, mas a original é mais bonita. =)

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Dani.
      Esse livro é meio difícil de ler. Tem uma história muito mais adulta e acho que muitos jovens se empolgaram em ler mas não aguentaram a linguagem!!
      Se achar o pesado demais, tenta pelo menos ver o filme!
      Beijos

  6. Rissia Ribeiro

    Juro que tentei ler esse livro, uma vez recomecei pois tinha perdido o interesse na leitura e só depois vim me lembrar dele. Bem resumindo não deu certo pois não gostei do livro, embora não jugue quem goste ^^. Por sinal dei o livro pro meu pai que adorou a história e terminou o livro, ale ate me contou a final kkk Bem acho que pra mim só resta vê o filme.

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Poxa, que pena que não gostou.
      Mas posso dizer uma coisa?! Esse livro é bem voltado para o pessoal adulto, mais velho. Não há muita ação! O livro é drama puro!
      beijos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Kate.
      Espero que consiga ler, mas se não tiver tempo e quiser ver o filme primeiro, não se preocupe! O filme é super fiel ao livro e dá uma ideia bem clara da história!
      Ah… quem fez meu layout foi umas amigas de Brasília. O logo foi feito pela Vivi Fair (que é autora e artista plástica) e o layout quem montou foi uma amiga nossa chamada Camila. Se quiser te passo o contato!
      Beijos

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Carol.
      Como vocês conseguem compartilhar uma leitura?! Que louco isso!! rs…
      Espero que consiga terminar a leitura antes de ver o filme!
      Beijos

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!

%d blogueiros gostam disto: