Leitora Compulsiva

Desafio Realmente Desafiante De JULHO: Carol Sabar – Como Quase Namorei Robert Pattinson

Já chegamos à metade do ano… Daqui a pouco a Bienal está aí e todo o dinheiro que eu economizei vai ser torrado em livros, que provavelmente não terei tempo de ler e vão me fazer sentir culpada!! hahaha Mas enfim… O importante é que chegamos ao mês de julho e ainda estou firme e forte com o Desafio Realmente Desafiante… Ou não!

Na verdade, acho que o post de hoje deveria se chamar “Como Quase Cumpri o Desafio de Julho!” E por que isso?? Bom, o desafio para o mês de julho era ler um livro com 500 páginas ou mais, certo? (Clique aqui para ver as regras do DRD!) Então era hora de correr para a estante e procurar algum livro lá com esse tanto de páginas. Lá fui eu procurar e me deparei com o livro “Como Quase Namorei Robert Pattinson”, da autora Carol Sabar. O livro é bem grande e, apesar de eu não ter a menor vontade, eu tinha que ler para o encontro do Clube do Livro Saraiva by Virando a Página!

E foi aí que cometi o meu grande erro. Escolhi esse livro para o DRD, querendo matar resolver dois “problemas” de uma vez só… Só que eu simplesmente não conferi o número de páginas!! Pode?? Só esqueci do principal… E adivinhem só?? O livro tem 464 páginas!!!!!!!

Bom, e então por que não ler outro livro para cumprir o desafio? Porque não vai dar tempo. O mês já acabou e tenho um monte de livros de parceria atrasados. Não vou conseguir parar tudo para ler outro livro tão grosso assim… Então resolvi ser sincera, assumir o meu erro e agora é bola para frente!! heheheh

É por isso que esse é o post do Como Quase… hehehe

Agora vamos ao livro. Eu disse ali em cima que não tinha a menor intenção de ler esse livro. E por que isso? Porque sou uma pessoa chatinha! Daquelas bem cricri que um dia vai virar uma velhinha resmungona!! Isso é fato, é mais forte do que eu!

Eu simplesmente tenho um bloqueio com histórias que se “aproveitam” de outras. Como no caso de Fanfics em que as pessoas escrevem “continuações” para seus livros prediletos e acabam se apropriando da criação do autor da história.

É por isso que, quando li o título desse livro, já me incomodei. Tive a impressão imediata que a autora estava se aproveitando de uma história de sucesso (Saga Crepúsculo) e do trabalho de um ator famoso (Robert Pattinson) para vender livros! Tá, eu sei… isso é preconceito e é feio! E o meu castigo veio rapidinho quando o livro foi o escolhido para o Clube do Livro Saraiva by Virando a Página do mês de julho, que vai rolar amanhã (28/07/12).

Missão dada é missão cumprida! No dia que topei fazer parte do VAP, me comprometi a ler todos os livros e com esse não seria diferente.

Mudei de opinião sobre o livro? Hum… Continuem lendo e descubram… hehehe

“Como (quase) namorei Robert Pattinson” conta a história de Duda, uma garota de 19 anos que se intitula Crepuscólica e que acredita que nenhum homem no planeta é suficientemente bom depois de Edward Cullen. Junto com sua irmã e suas amigas, Duda embarca para Nova York para fazer um curso de inglês durante as férias e acaba descobrindo que seu vizinho é uma cópia quase perfeita de Robert Pattinson. E a confusão está armada.

A Duda é uma personagem toda atrapalhada e bem sem noção. O livro é repleto de cenas engraçadas, mas nada disso rolou para mim. Não consegui gostar da Duda em nenhum momento. Não me identifiquei com ela em nada, nadinha mesmo! Pelo contrário, não consegui parar de criticar o comportamento e as atitudes da moça. Eu sou mega fã de Crepúsculo, o que poderia ser um ponto positivo, mas não foi. Duda é retratada como uma daquelas fãs retardadinhas e me senti meio afrontada com isso. Ora, nem todas as fãs de Crepúsculo são como a Duda!!

E foi isso… A história é interessante, cheia de humor, muito bem escrita e com um ótimo desenvolvimento! Deixei até de lado o fato do livro explorar a Saga Crepúsculo e a imagem de Robert Pattinson. Nem me importei com certas semelhanças entre as duas histórias… Mas fiquei com tanto ódio da Duda que não gostei do livro e ponto final! hehehehe

Mas espero que fique bem claro que o livro é bom, só não foi bom para mim, que sou chatinha e vou virar uma velhinha resmungona!!! hehehehe Conversei com a Clícia (do Silêncio Que Eu Tô Lendo) sobre isso e ela me abriu os olhos para uma coisa: eu já sou uma velhinha resmungona!! Tenho certeza que o livro vai agradar muita gente!

E para quem é de São Paulo, não percam o Clube do Livro Saraiva by Virando a Página que rola amanhã, no dia (28/07/12), às 15 horas, na Saraiva do Shopping Paulista. E levem seus livros para autografar, já que teremos a presença da Carol Sabar!!!!! Espero que ela não fique brava comigo! hehehe

24 comentários sobre “Desafio Realmente Desafiante De JULHO: Carol Sabar – Como Quase Namorei Robert Pattinson

  1. carolinaduraes

    Oi Camila, tudo bem?
    Eu não estou participando do desafio, mas por coincidência, esse mês eu li Belle, que coincide com as regras do desafio.
    Estou bem curiosa com o livro “Como quase namorei Robert Pattinson” , porque tenho visto resenhas que elogiam o humor do livro.
    Vou terminar o comentário desejando sucesso para o evento de amanhã, dizendo que estou com invejinha de quem mora em SP nesse momento e que eu divulguei o evento no blog da Ká também.
    Beijos

  2. Aione Simões

    Oi Camis!
    É uma pena que o livro não tenha funcionado pra você, eu gostei bastante dele!
    De qualquer forma, a Duda me incomodava em alguns momentos porque eu a achei bem imatura, mas, fora isso, correu tudo tranquilo na minha leitura hehe
    Vou postar minha resenha hoje ^^
    Beijão!

  3. Camila Cristina

    Oi Camis tudo bem?
    Faz um tempão que não venho aqui comentar, mesmo lendo todas as suas resenhas, como em Julho estava de férias geral, acho que fiquei meio preguiçosa, então lia os posts pelo celular mesmo (e é uma droga comentar pelo meu celular), e ai sempre pensava depois logo no computador e vou lá comentar, mas isso nunca acontecia, mas agora está tudo se normalizando, eee finalmente vou conseguir ir em um VAP, porque estou de férias do inglês, IEBA.
    Bem no começo também não estava nada animada para ler o livro, não tinha chamado a minha atenção, mas quando vi que seria o livro do mês do VAP, resolvi ler, afinal muito melhor chegar lá com o livro lido, a Duda também não me cativou, mas achei a estória leve e com algumas tiradas engraçadas, e na verdade achei um pouco engraçado a semelhança com a série Crepusculo, o livro é bom, não é arrebatador mas no todo gostei.
    Beijos e até amanhã no VAP.
    Camila

  4. Fernanda

    Ei Mila

    Ah eu também não gosto de fanfics e destas historias baseadas em outra famosinha, então também nunca tive vontade de ler… e acho que nem vou hehehe .Ainda mais agora rsrsrs, preguiça de protagonistas chatas.

    P.S: Chego em SP dia 15, temos que combinar de encontrar na bienal. o/

    beijos

  5. Liachristo

    Eu conheci a autora na Bienal aqui do Rio, no ano passado, e ela é muito simpática, e foi muito agradável comigo e minhas amigas. Ela estava lançando o livro, mas eu não me interessei em comprar na época e e acabei ganhando este livro em um sorteio e apesar de também ser fã de Crepúsculo, ainda não li. Mas, com certeza darei uma chance…
    E livro é assim mesmo, nem sempre cria a mesma empatia em todos os leitores. Bjus

  6. Beatriz

    Oi Camila 🙂
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas o título chamou minha atenção, afinal, é uma coisa meio incomum de se ver rsrsrs é uma pena que ele não tenha funcionado pra você, mas mesmo que a história tenha relação com Crepúsculo e o Rob Pattz (sou uma grande fã de Crepúsculo, assim como vc :3), acho que também não teria funcionado pra mim. Falando em Rob, vc ficou sabendo sobre o que a Kristen fez com ele? :O Mas aqui é um blog literário, então vamos falar de livros rsrsrs.
    E sobre o DRD, por coincidência, li um livro que cumpre o desafio desse mês: “Fúria dos Reis”, de George R. R. Martin, tem 624 páginas. Eu nunca vi vc resenhar sobre livros dele, nem sobre livros parecidos com a sua história, mas acho que você poderia arriscar, a narrativa é muito boa! Esse livro que eu li é o segundo de uma série chamada “As Crônicas de Gelo e Fogo”, e o primeiro livro é “Guerra dos Tronos”, além de ter um seriado na HBO sobre a série, ele chama-se “Game Of Thrones”, cada temporada é um livro. A série é bem parecida com os livros, mas no seriado eles fazem os livros serem muito extremos (como violência e cenas adultas), mas o livro é bem mais light.
    E por último, que a reunião do VAP de hoje seja ótima para você e para todos 😀

  7. Joyce

    Ei Camila,
    Eu tenho uma mega vontade de ler esse livro,por que assim como você sou super fã da Saga Crepúsculo.Entendi por que você não gostou do livro,em alguns livros a personagem principal me faz tanta raiva,que mesmo o livro sendo muito bom,acabo ficando com muito raiva do livro,mas ainda tenho vontade de ler Como Quase Namorei Robert Pattinson .Adorei a resenha,beijoos!!

  8. Viviane Machado

    hahahaha, eu nunca li, mas achei que você não ia gostar por causa do Pattinson! hahaha! Tenho certeza que a maior discussão que vai ter lá no encontro é a traição da Kristen, hehehe! Mas você não é resmungona não..é só crítica e não vejo nada de mal nisso! =)

  9. Pri Cavallaro

    Oi Camila, tudo bem? Aii ri muito quando vi a resenha desse livro aqui! haha Pq naquela parte do blog “O que vc gostaria de ver aqui” uma menina uma vez te disse pra ler esse livro e vc falou que não leria jamais por causa do titulo, e no fim acabou que ler tbm por causa de outro compromisso que assumiu. Não te culpo, a gente tem que ter principios e segui-los sempre que possível. No seu caso foi uma questão de prioridade, e a sua foi o compromisso com o VAP. Pena que vc não gostou do livro, pq quando vi a dica no seu blog, mesmo vc dizendo que não leria, fiquei super curiosa. E como não tenho principios tão marcantes como os seus, fui lá, comprei o livro e adorei. Tbm não me identifiquei nem um pouco com a protagonista, mas ri muito e acho que valeu cada minutinho de leitura, e á ainda pensei em você: “Que pena que a Camila não vai ler, ela ta perdendo um livro ótimo!” haha Fico feliz por vc ter lido 😀 Beeijo

    1. Camila - Leitora Compulsiva

      Oi Pri,
      Pois é… Tem horas que temos que ceder um pouco para manter os compromissos assumidos!! hehehe
      O livro não foi uma total perda de tempo e foi bom que aproveitei para canalizar todo o meu ódio para a Duda! Melhor odiar personagens do que pessoas reais!
      hahaha
      Beijos

  10. Gih Delela

    oii, Camila! Bom, eu entendo que você não tenha gostado, porque isso é opinião e muda de um para o outro, mas confesso que li o livro e a-do-rei. E embora tenha ficado meio brava com a Duda em alguns momentos, gosto dela, sim. A Carol também é um amor, a conheci a alguns meses e a vi novamente na Bienal. Ela estava autografando no sábado, no estande do Grupo Pensamento. Bom, realmente é questão de gosto. Mas gostei da sinceridade =) Beijos!!

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!

%d blogueiros gostam disto: