Leitora Compulsiva

A Pedra Pagã, de Nora Roberts #Resenha

a pedra pagã a sina dos sete nora roberts resenha blog leitora compulsivaTítulo: A Pedra Pagã

Série: A Sina dos Sete #03

Autor(a): Nora Roberts

Editora: Arqueiro

Ano: 2017

Páginas: 272

Tradução: Maria Clara de Biase

Sinopse: AQUI 

Download do 1º Capítulo: AQUI

Onde Comprar o livro: Amazon, Livraria Cultura, Saraiva, Fnac, Submarino, Buscapé

Onde Comprar o E-Book: Amazon (Kindle), Livraria Cultura, Saraiva

***




Em novembro de 2017 a Editora Arqueiro lançou o livro “A Pedra Pagã” e recebi um exemplar digital pela parceria com a Editora Arqueiro. Esse é o terceiro e último livro da Trilogia Sina dos Sete, da autora Nora Roberts, e eu estava bem animada para terminar essa série.

a pedra pagã trilogia a sina dos sete nora roberts resenha blog leitora compulsiva

Sobre o que é “A Pedra Pagã”?

A Pedra Pagã é o terceiro e último livro da trilogia A Sina dos Sete, uma série sobre três melhores amigos que, na infância, despertam um demônio sobre a cidade de Hawkins Hollow.  Caleb, Fox e Gage – três garotos nascidos em 7/7/77 – são melhores amigos desde que se conhecem por gente. Quando completam 10 anos, os garotos decidiram acampar na misteriosa Pedra Pagã e fizeram um pacto de amizade inocente, mas que acabou por despertar poderes sobrenaturais enterrados há centenas de anos naquela clareira. Desde então, a cada sete anos, a partir do sétimo dia do sétimo mês, a cidade mergulha em um período de trevas, quando acontecimentos estranhos e malignos se proliferam na pacata cidade!

Há vinte anos os rapazes estão tentando salvar a cidade e livrá-la desse demônio, mas nunca tiveram muito sucesso, mesmo com os “superpoderes” que eles desenvolveram! E agora uma nova temporada demoníaca está prestes a começar… Felizmente, dessa vez, eles contarão com a ajuda de três mulheres que chegaram à cidade e que estão diretamente relacionada com os acontecimentos sobrenaturais: Quinn, Layla e Cybil.

Nesse último livro, vamos acompanhar a continuação da história, agora sob o ponto de vista de Gage e Cybill , que compartilham o poder de prever o futuro. (Cal e Quinn tem visões do passado. Fox O’Dell e Layla estão ligados ao presente). Gage lida com isso desde criança e se surpreende quando descobre que Cybill também tem experiência no assunto. Nos dois primeiros livros, os dois insistem que não existe nenhuma possibilidade de romance, mas ao longo desse terceiro livro eles percebem que, se quiserem derrotar o mal, terão de aceitar a forte ligação que existe entre eles. 

Junto com seus amigos, Gage e Cybill vão enfim desvendar as últimas pistas necessárias e a cidade, mais do que nunca, precisará deles para tentar sobreviver ao que será o último e mais terrível dos períodos de trevas. De duas, uma: ou eles derrotam o demônio e salvam Hawkins Hollow, ou vão morrer tentando!

O que esperar desse livro?

Quem acompanha o blog há algum tempo sabe que eu sou apaixonada pela Série Mortal, que a autora Nora Roberts escreve sob o pseudônimo de J. D. Robb. Essa é a primeira série da autora que eu leio que não tem um tema policial e a escolhi porque sempre gostei muito de histórias que tenham um toque sobrenatural, um quê de bruxaria, de luta de bem contra o mal…

Uma coisa interessante sobre essa trilogia é que, apesar de ter uma história central que envolve três rapazes lutando contra um demônio, o romance está fortemente presente e acaba roubando a cena. O surgimento e o desenrolar dos relacionamentos amorosos de Cal e Quinn, Fox e Layla e Gage e Cybill é essencial para a luta deles e acaba tendo mais destaque na trama do que as pesquisas que eles precisam fazer…

Mas não se enganem achando que isso é um ponto negativo. Na verdade, esse foco no romance é uma característica forte na escrita da autora e é basicamente o que os fãs esperam encontrar em seus livros, então, nesse aspecto, A Sina dos Sete não decepciona! O romance dos personagens mostra ainda que só quando homens e mulheres aprendem a trabalhar juntos, confiar uns nos outros e reconhecer a importância um do outro é que eles vencerão! 

Em relação à luta final, achei que tudo aconteceu um pouco rápido e até mesmo fácil demais, mas depois de tanta preparação dos seis protagonistas, acho que não tinha mesmo porque dificultar mais!! Rs…

No geral gostei bastante da trama e achei a leitura dos três livros bem gostosa. Não é do tipo de leitura obrigatória, mas quem é fã da autora e curte romances deve gostar da história!!

Sobre a autora e seus outros livros…

Nora Roberts começou a escrever em 1979. Depois de várias rejeições, seu primeiro livro, Almas em chamas, foi publicado em 1981. Desde então, ela não parou mais. Sucesso em todo o mundo, Nora já escreveu mais de 200 livros, publicados em mais de 35 países e traduzidos para 25 idiomas. Seus títulos são presença constante na lista de mais vendidos do The New York Times. Nora tem mais de 400 milhões de livros impressos e foi a primeira mulher a figurar no Romance Writers of America Hall of Fame. Também recebeu diversos prêmios por vários de seus livros, entre eles o Golden Medallion, da Romance Writers of America, o RITA e o Quill. O jornal The New Yorker já a chamou de “a romancista favorita dos Estados Unidos”. (Fonte: Site da Arqueiro)

A trilogia A Sina dos Sete é composta pelos livros: Irmãos de Sangue, A Maldição de Hollow e A Pedra Pagã. Pela Editora Arqueiro foram lançadas as seguintes séries aqui no Brasil: Quarteto de Noivas, A Pousada e Primos O’Dwyer.

 

16 comentários sobre “A Pedra Pagã, de Nora Roberts #Resenha

  1. RUDYNALVA CORREIA SOARES

    Camis!
    A Nora Roberts tem uma criatividade estupenda, sempre trazendo um tema principal, aqui no caso a tal maldição, ao tempo que faz o romance ir se desenrolando. E ainda melhor a amizade entre os seis amigos, que fantástico!
    Preciso ler com urgência!
    Desejo Um ótimo final de semana e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Chega de velhas desculpas e velhas atitudes! Que o ano novo traga vida nova, como o rio que sai lavando e levando tudo por onde passa.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

  2. Leticia Ramos de Mello Oliveira

    Olá, Camila!

    Eu ainda não li a trilogia toda, mas achei a mais sobrenatural e assustadora delas, comparada somente com a trilogia das flores, que tem o fantasma da “Noiva Harper”. Um demônio que ataca a cidade se utilizando dos medos e da violência dos moradores. E até mesmo na abertura de Irmãos de Sangue já me botava medo!
    Mesmo que as trilogias em geral da Nora tenham essa estrutura de casais de se unem para enfrentar um perigo maior, o como ela os une se difere a cada livro e torna cada trilogia mais interessante. Agora quero saber qual vai ser a próxima série da Nora que vai ser lançada pela Arqueiro!

    Um abraço!

  3. Morgana Brunner

    Felicidade é saber que é apenas uma trilogia e que não tem continuação, isso com toda certeza me atrai, quero muito saber o desfecho e ver o que farão com os demônios que foram libertados, essa capa é maravilhosa!
    Beijinhos da Morgs <3

  4. Karla Samira

    Olá! Eu adoro a autora e me identifiquei com a parte que você mencionou sobre a “marca registrada” na escrita dela, que é o romance! Seja em histórias sobrenaturais ou policiais, realmente o romance não só está presente, como costuma ser marcante (e até roubar a cena em algumas ocasiões). Que bom que você não achou o romance um ponto negativo no livro/ na série! Apesar de não curtir muito esse lance de maldições, demônios e sobrenatural em geral, gostei do que você mencionou sobre o livro, do preparo dos personagens para o embate e, claro, de saber que na série temos o desenrolar de 3 romances, como é típico da autora. Vou procurar para ler.
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    1. Camila - Leitora Compulsiva Autor da Postagem

      Oi, Karla.
      Acho difícil imaginar algum livro da Nora Roberts sem um romance!
      Até mesmo na série Mortal, que ela escreve sob o pseudônimo de J.D. Robb, há um super romance por trás das histórias policiais!
      Para quem gosta, é um prato cheio!!
      Beijos

  5. Carolina Durães de Castro

    Oi Camila, tudo bem? Eu li essa trilogia, mas confesso que esse último livro deixou um pouquinho a desejar. A cena da batalha foi o principal problema na minha percepção e a forma como se “resolveu” a situação de Gage e seu pai também foi um pouco abrupta. Eu esperava um pouco mais de conflito nessas duas situações.
    Parabéns pela resenha!
    Bjkas

  6. mary

    Oii.
    Praticamente comecei a ler com Nora Roberts, amo essa mulher, ela é fantástica e cria histórias incríveis, na maioria das vezes. Esse livro eu ainda não tive a oportunidade de ler, mas já esta na lista.
    Amei a resenha.
    Bjs Mary.

Deixe aqui seu comentário e ficarei muito feliz em responder!!!

%d blogueiros gostam disto: